21 de junho de 2018 - quinta-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Cultura
Azeite de oliva
11/03/2018 | 13h15
Saudável é o extravirgem de verdade
Azeites elaborados no Chile são 100% extravirgens, mais frescos e saudáveis

Muito se ouve a respeito dos benefícios proporcionados pelo consumo regular do azeite de oliva, mas o que realmente importa é saber que, para ser efetivamente saudável, este ingrediente tão presente no dia-a-dia dos brasileiros deve ter uma característica indispensável: ser verdadeiramente extravirgem.

Para receber a certificação que atesta sua pureza e qualidade, no entanto, o produto deve seguir padrões rigorosos – da plantação ao engarrafamento – como já acontece entre os produtores do azeite de oliva do Chile, que utilizam um sistema de produção no qual a azeitona é colhida e o azeite é extraído em menos de 12 horas.

Além disso, a colheita é estrategicamente definida para acontecer no momento em que as frutas alcançam seu estado de maturação ideal, dando origem a produtos altamente selecionados, 100% extravirgens e livres de fraudes, seguindo protocolos internacionais de segurança alimentar.     

A partir daí, chegam à mesa dos consumidores azeites de oliva chilenos verdadeiramente extravirgens, frescos, com equilíbrio entre seus matizes picantes e amargos, além, claro, dos benefícios que um bom azeite traz para a saúde.

Todos estão relacionados aos polifenóis, ácidos graxos naturais encontrados em plantas medicinais e matérias-primas de alta qualidade, como as azeitonas utilizadas na produção dos azeites de oliva extravirgens, que concentram diferentes vitaminas (A, D, K e E) e oferecem uma série de vantagens para o organismo humano: 

Coração: o consumo regular do azeite extravirgem, rico em gorduras monoinsaturadas, estimula a eliminação do colesterol ruim (LDL) no organismo, enquanto contribui para a elevação dos níveis de HDL, a versão “do bem” dessa gordura, o que reduz a pressão arterial e ajuda a prevenir o desenvolvimento de doenças cardiovasculares.

Pele: por concentrar alta quantidade de polifenóis – um azeite verdadeiramente extravirgem reúne mais de 30 tipos destes  antioxidantes –, o “ouro líquido” é ótimo para auxiliar na vitalidade da pele, atuando contra o envelhecimento e o consequente aparecimento de rugas.

Articulações e músculos: os azeites extravirgens também são ricos em oleocanthal, substância antioxidante que possui ação anti-inflamatória e ajuda a combater as mais diversas dores físicas.

Ossos e circulação: a presença de doses consideráveis de vitamina K torna o consumo do azeite chileno um verdadeiro aliado para manter ossos saudáveis e auxiliar no processo de coagulação do sangue. 

“Ciente de que o consumidor brasileiro exige produtos saudáveis ​​e está sempre à procura de uma boa relação custo X qualidade, a indústria chilena oferece um produto de altíssima qualidade: o Azeite de Oliva Extravirgem do Chile. Usado corretamente, ele entrega propriedades saudáveis e alternativas culinárias surpreendentes​​”, explica Gabriela Moglia, gerente da ChileOliva, associação que representa os produtores de azeites chilenos. 

Tópicos:  Azeite de oliva,   saudável,   Chile

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)