20 de outubro de 2018 - sábado

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Cultura
História
11/06/2018 | 09h05
Cia Rhema apresenta Nabuco no Teatro Goiânia nesta sexta-feira
Com classificação livre, o espetáculo vai fazer com que o público reflita sobre questões como: coronelismo, a degradação do trabalho e a violência contra a mulher

Um coronel ambicioso por poder e fama, toma a cidade de Cocorobó em um tiroteio contra o homem mais temido e respeitado da região, o coronel Horácio Serafim. Impulsionado pelo desejo de ter reconhecimento nacional pela produção de rapadura e a implantação de sua cultura aos jovens dos povoados vizinhos, o Coronel Nabuco Viramundo escandaliza e assusta os moradores dessa pequena cidade, imprimindo um ritmo conturbado à pacata Cocorobó.

A peça é contextualizada e falada em linguagem coloquial do interior de Goiás e Minas Gerais, remontando as expressões, termos, ditados populares e a culinária dessas regiões. O texto traz também uma reflexão sobre a vida no campo, degradação do trabalho e trabalhador rural, bem como a violência contra a mulher e o coronelismo, que se reflete às questões sociais e políticas da atualidade.

Sobre a Cia Rhema

Com uma história de vinte e seis anos de existência, a Companhia Rhema – Teatro, Musical e Dança, ao longo desse período, desenvolveu ações artísticas de apoio a vários seguimentos como Igrejas, Casas de Ressocialização, ONG’s, Prefeituras e etc. Levando a arte do Teatro e Dança como ferramenta de conscientização e valorização da vida humana. A Companhia viaja por  todo território nacional visitando das capitais até os mais longínquos vilarejos e tribos indígenas, já pisou em todas as capitais brasileiras, além de apresentações em mais de nove países. 

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)