20 de outubro de 2018 - sábado

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Cultura
Literatura
13/06/2018 | 06h00
Goiânia recebe projeto que realiza troca de livros
‘A Incrível Máquina de Livros’ vai rodar 15 mil quilômetros por 21 cidades em 13 estados brasileiros

SABRINA MOURA*


O projeto que vai rodar 15 mil quilômetros, 21 cidades e 13 estados brasileiros chega a Goiânia nesta quarta-feira (14). A Incrível Máquina de Livros vai até sábado (16), das 9h às 18h na Praça Joaquim Lúcio, Setor Campinas. A atração se utiliza da fantasia e da imaginação, nos locais públicos das cidades por onde passa, para a troca de livros e ampliação da leitura. 

Segundo o idealizador do projeto, Fauze Hsieh, por vivermos em um mundo tecnológico a intenção é despertar a atenção das pessoas no meio da rua. “O projeto surgiu com uma proposta de criar um plano de incentivo à leitura que fosse mais lúdico e democrático. As pessoas pegam um livro que você já leu, e ele será transformado em uma nova leitura. Esse é um projeto simples que desperta a curiosidade e incentiva a leitura. Apesar de todo o apelo para o público infantil, percebemos que os adultos ficam encantados, e há também uma grande participação deles”.

Seu percurso começou no Festival Literário Internacional de Poços de Caldas, passou por cinco capitais do Nordeste – Fortaleza (CE), Natal (RN), João Pessoa (PB), Recife (PE) e Salvador (BA) –, Rio de Janeiro (RJ) e Niterói (RJ) , e chegou ao Centro-Oeste, beneficiando leitores de  Goiânia (GO) e Brasília (DF). Depois, seguirá para Porto Alegre (RS), Florianópolis (SC), Blumenau (SC), Curitiba (PR), Londrina (PR), São Paulo (SP), Guarulhos (SP), Campinas (SP), Barueri (SP), São Bernardo do Campo (SP) e Ribeirão Preto (SP). “O que a gente entende é que, hoje, existe uma série de projetos que estimula a troca dos livros – artigos, que geralmente não são baratos. E, quando falamos de livros, 99% dos projetos são feiras. A proposta é fazer algo diferente. Percebemos que existe várias ações de troca, mas A incrível Máquina de Livros é algo diferente, que chama a atenção. Colocamos essa troca de livros de forma lúdica. A própria entrada deles retroalimenta a máquina. Livros que foram entregues em Salvador e Fortaleza, por exemplo, podem sair para Goiânia”, comenta Fauze.


Como funciona

A máquina fica em locais públicos durante três dias. O cidadão leva até ela um livro novo ou usado – que esteja em boas condições, não estando rasgado ou riscado – e o coloca na máquina. Depois, a pessoa seleciona se realizará a troca por um livro adulto ou infantil. Como um toque de mágica, aquele livro doado se transforma em outro, trazendo uma nova leitura. 

Cada pessoa pode colocar até três livros. Estes futuramente serão  transformados para outras pessoas, e, por isso, não são aceitos gibis, livros didáticos e livros técnicos. Estão disponíveis centenas de títulos, como clássicos da literatura mundial e brasileira, escritoras infantis de sucesso como Eva Furnari e Ana Maria Machado, além das obras dos autores indicados ao Prêmio Jabuti. 

Os livros transformados, que podem ser novos ou usados, sempre são surpresa. “Temos uma biblioteca inicial com mais de 10 mil livros em acervo. Graças à nossa curadoria com a Câmara Brasileira do Livro (CBL), foram selecionados diversos títulos, que é o estoque inicial”, comenta o idealizador. “Pedimos às pessoas que vão transformar que levem bons livros, pois eles, posteriormente, vão para outras pessoas. No fim de cada dia, temos uma pré-seleção do que entrou para manter a qualidade dos livros”, completa.


O projeto

Criado pela Infinito Cultural em parceria com a CBL,  o projeto tem incentivo Federal da Lei Rouanet, com patrocínio do papel Pólen e produto da Suzano Papel e Celulose. Segundo Fauze, também presidente da Infinito Cultural, dentro dos projetos de incentivo à cultura “quase ninguém” dá a devida importância que eles merecem. “Levar a leitura para as pessoas é fundamental para estimular a sua crítica, e infelizmente temos um baixo índice de empresas que investem nesses projetos. Sem a parceria de empresas, como o papel Pólen e a Suzano Papel e Celulose, não conseguiríamos viabilizar esse projeto pelo Brasil”.

A Infinito Cultural acredita no poder transformador da leitura. Eles trabalham em conjunto com a CBL, há 12 anos, no planejamento e organização da maior Feira de Livros da América Latina, a Bienal Internacional de Livros, e são os responsáveis também pela idealização e realização do projeto itinerante Caminhos da Leitura, que levou acesso à leitura e programação cultural gratuita para mais de meio milhão de pessoas.

A CBL congrega editores, livreiros, distribuidores e creditistas de todo o Brasil com o objetivo maior de valorizar o livro e, assim, desenvolver e ampliar o mercado. Com mais de 70 anos, suas ações são para difundir e estimular o hábito da leitura, a democratização do acesso ao livro que são as bandeiras da entidade.

*Integrante do programa de estágio do jornal O HOJE sob orientação da editora Flávia Popov

SERVIÇO

‘A INCRÍVEL MÁQUINA DE LIVROS’  EM GOIÂNIA 

Quando: de 14 a 16 de junho de 2018

Onde: Praça Joaquim Lúcio – Setor Campinas

Horário: das 9h às 18h

Entrada gratuita 

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)