13 de novembro de 2018 - terça-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Cultura
Prêmios
10/07/2018 | 17h55
Bailarinos de São Paulo e Rio de Janeiro ganham prêmios especiais
Os ganhadores participaram do Festival Internacional de Dança de Goiás e o evento reuniu mais de 700 bailarinos, sendo encerrado neste domingo

Vencedora como Melhor Bailarina de 2018 - Manuela Roçado (Foto: Oswaldo Neto)

Da Redação 

Neste último domingo (8) foi a final da sexta edição do Festival Internacional de Dança de Goiás. Com cinco dias de programação extensa voltada para bailarinos, profissionais da dança e o público em geral no Teatro Sesi, em Goiânia.

O festival reuniu mais de 700 bailarinos de 52 grupos, vindos de 13 estados brasileiros e do Distrito Federal, além de um grupo do Paraguai. Segundo Ariadna Vaz, o balanço desta edição é muito positivo. “A gente só ganha em aprendizado a cada festival que passa. O Brasil tem tanta gente talentosa e criativa que nos surpreendemos a cada ano com o que vemos. Foram inúmeros talentos, tanto que o júri ficou em dúvida para escolher alguns dos vencedores”, revelou.

O último dia do festival foi marcado pela entrega dos prêmios especiais da Mostra Competitiva, que somam R$ 49 mil, e das bolsas de estudo para instituições de ensino de dança no Brasil e no exterior. Como Melhor Bailarina, foi escolhida Manuela Roçado, do Palco 42, do Rio de Janeiro (RJ).

A bailarina, que já concorreu no evento em 2014, ganhou o prêmio especial de R$ 10 mil pela primeira vez nesta edição, que também é a sua primeira premiação em eventos de grande porte. “O nível das bailarinas estava muito alto, então fico muito feliz de ter ganhado”, vibrou Roçado, que considerou importante para a sua carreira ter sido julgada por profissionais renomados brasileiros e estrangeiros, além de ter tido contato com eles durante o coach.

Em sua primeira participação no Festival Internacional de Dança de Goiás, o bailarino João Vitor Alves, do Balleto Studio de Dança, de Suzano (SP), também recebeu o primeiro prêmio de destaque em sua carreira, o de Melhor Bailarino, levando R$ 10 mil. “É um esforço muito grande para chegar até aqui, então é muito gratificante o trabalho ter sido reconhecido”, destacou o bailarino, além de enaltecer a organização do evento. Já o título de Bailarina Revelação, no valor de R$ 6 mil, foi para Luciana Sagioro, da Escola de Dança Petite Danse, do Rio de Janeiro (RJ).

 
Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)