13 de novembro de 2018 - terça-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Cultura
Espetáculo
11/07/2018 | 06h00
Dançarinos se apresentam em busca de recursos
O evento tem como objetivo principal arrecadar fundos para custear outra demonstração de dança na cidade de Aveiro, em Portugal

Katrine Fernandes*


Na próxima segunda-feira (16), o grupo de dança contemporânea Alma e Corpo realiza uma apresentação especial, no Teatro Goiânia, às 20h. O evento tem como objetivo principal arrecadar fundos para custear outra demonstração de dança na cidade de Aveiro, em Portugal. Todo o dinheiro será usado para a viagem, marcada para o dia seguinte ao espetáculo.

O projeto de dança contemporânea Alma e Corpo teve seu início, há três anos – nos corredores do Colégio Estadual Sebastião Alves de Souza –, desenvolvido pelo professor e coreógrafo Valter Caldeira. Lá, ele reúne alunos de várias idades, gêneros e classes sociais. Além de desenvolver os talentos dos estudantes, o projeto reúne pessoas de baixa renda e os insere ao mundo da dança e da música contemporânea.

Com o tempo, o grupo veio evoluindo e ganhando cada vez mais reconhecimento. Depois de se apresentarem em vários festivais, tanto no Brasil quanto em países como Portugal, México e Estados Unidos, agora eles buscam mais essa oportunidade de se apresentarem em Aveiro. 

Em suas apresentações internacionais, o grupo conquistou premiações importantes e desbancou grandes companhias de dança.  No festival All Dance México, alcançaram o 1º lugar em duas modalidades; já em suas apresentações em Portugal e nos Estados Unidos, ficou em 2º e 3º respectivamente. 

O professor e coreógrafo do projeto, Valter Caldeira, de 30 anos, diz que sempre tenta incentivar e dar apoio aos dançarinos e alunos que passam por seus cuidados. “Eu sempre falo para eles que nós temos ‘superpoderes’, sempre falo que, se eles tiverem determinação e força de vontade, eles conseguem se transformar”, afirma.

O coreógrafo acredita, ainda, que, para muitas pessoas, quando se trata de jovens que possuem menos oportunidades devido à condição financeira, a transformação parece estar mais distante, e o projeto ajuda esses jovens a terem essa oportunidade que falta para eles. O projeto vem do Finsocial, da região noroeste de Goiânia.

“Um de nossos espetáculos se chama A Dança Transformando Realidades, por isso que falo que nós somos poderosos. A partir do momento que você acredita, isso se torna um superpoder. Aqui, somos adolescentes menos favorecidos, somos jovens carentes, mas somos (carentes) de oportunidades, e, depois de muito trabalho, nosso projeto vem ganhando convites”, explica Caldeira, que comenta sobre o convite de ir a Aveiro.

O professor destaca também a importância social da iniciativa, que garante que jovens da periferia tenham acesso à cultura e ao lazer. Todo o trabalho se baseia na educação para a arte e para a vida. 


Convite

O convite veio diretamente de Aveir, Portugal, depois de conquistarem duas boas classificações em um festival internacional. O idealizador do evento de Aveiro, Alvo Ribeiro,  viu apresentação grupo e ficou encantado.

“Foi muito difícil, porque todos lá eram academias e companhias grandes de dança, e nós não tínhamos essa estrutura que eles tinham. Viemos dos corredores da escola, então quando o Alvo Ribeiro viu todo o nosso trabalho ele se encantou; quando eu falei que a coreografia era tirada da matéria de biologia, ele ficou mais encantado ainda”, conta Caldeira sobre como foi o convite para ir novamente a Portugal.

Todo o dinheiro arrecadado será em função de todas as despesas da viajem para o grupo inteiro. 


Arrecadação 

O espetáculo que será apresentado nesta segunda-feira (16) pelo grupo será “O despertar do escorpião” uma coreografia que enche os olhos de quem assiste. A Coreografia é de Valter Caldeira e será apresentado pelo bailarino Alem Cássio.

A apresentação retrata o reino animal e a espécie aracnídea do filo Artrópode, o conteúdo foi orientado pela professora Márcia Mendes Mestra em Biologia que deu base aos estudos científicos para laboratório de criação de cena. 


SERVIÇO

Apresentação dos dançarinos de ‘Alma e Corpo’ – para arrecadar fundos para a demonstração de dança em Aveiro, Portugal 

Quando: segunda-feira (16 de julho) 

Local: Teatro Goiânia

Horário: 20h

Entrada: R$ 10 (com antecipação) e R$ 20 (na bilheteria)

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)