Domingo, 12 de julho de 2020
GOIÂNIA-GO
{{tempo.temperatura}}°

Cultura

Vítima de câncer, 22 anos atrás morria Leandro, da dupla Leandro e Leonardo

Postado em: 23-06-2020 às 17h00
Aos 36 anos e no auge do sucesso, sertanejo foi diagnosticado com um raro câncer de pulmão, e em curto período de tratamento foi a óbito - Foto: Reprodução.

Nielton Soares

Vítima de um raro câncer de pulmão, no dia 23 de junho de 1998, morria aos 36 anos, o cantor Leandro, que formava dupla com o irmão Leonardo.

O nome de batismo de Leandro era Luiz José da Costa, nascido em 15 de agosto de 1961, em Goianápolis, município a 39 quilômetros de Goiânia. E, junto com o irmão, Leonardo, que tem o nome verdadeiro de Emival Eterno da Costa, eram fãs da dupla Chitãozinho e Xororó, sendo incentivados a cantar pelo pai, o lavrador Avelino Virgulino da Costa.

A dupla alcançou sucesso cantando músicas como Pense em Mim, Rumo a Goiânia, Mexe Mexe, Talismã, Eu Juro e claro, Não Aprendi Dizer Adeus, que é sempre lembrada em homenagens feitas ao cantor, que foi sepultado no Cemitério Parque Jardim das Palmeiras.

Ao todo, os dois juntos gravaram 11 discos, venderam mais de 15 milhões de álbuns. E iriam lançar o 12º trabalho no dia 15 de julho do ano da morte do sertanejo.

A irmã de Leandro usou as redes sociais para relembrar e homenagear o cantor. “A palavra de hoje é gratidão! Gratidão por todo amor que recebi de você enquanto esteve conosco! Gratidão por tantos ensinamentos na minha fase de juventude. Gratidão pela confiança que depositava nessa irmã que era tão nova. Gratidão por tantos momentos que fez questão da minha presença”, escreveu a empresária Mariana Costa.

Assim também, a filha do cantor: "22 anos sem você... o que ficou são as fotos, algumas roupas suas e com certeza o amor imortal que existe entre nós!! Saber que um dia nos encontraremos é reconfortante e traz paz ao meu coração", mencionou a médica Lyandra Costa.

No perfil do Instagram, Leonardo postou um vídeo cantando com o irmão e escreveu: "22 anos de saudades. Quantas lembranças meu irmão querido. Você está e sempre estará na minha memória e no coração! Te amo Leandro". 

 Doença

O câncer foi descoberto depois que o cantor passou por uma radiografia, realizada no mês de abril de 1998, quando foi observada uma mancha no pulmão direito. No dia 8 de maio daquele mesmo ano, médicos no hospital da Universidade Johns Hopkins, em Baltimore, Estados Unidos, afirmaram que a mancha era um tumor maligno que se desenvolveu no tórax do cantor. Foi iniciado o tratamento, mas em curto período Leandro não resistiu. 

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar