Cultura

Aquário – a fascinação pelos desvios e por tudo que é singularmente belo

Postado em: 20-01-2021 às 17h15
Os aquarianos e aquarianas são as pessoas nascidas entre 21 de janeiro e 19 de fevereiro, confira a crônica sobre eles | Ilustração: Yuhon

Lucas Montagnini

O aquariano chegou e logo teve a atenção sugada por tudo o que era diferente, o desconhecido é sua zona de conforto, bem como fonte de inspiração. Ele é moderno e se entedia fácil com assuntos monótonos ou desprovidos de racionalidade e humanidade. É aquele tipo que te tira a estabilidade com um inconfundível tesão intelectual, regado a muito charme e olhares subentendidos – são sedutores persuasivos.

Ele tem essa sede por conhecimento e novidade, o que não muito raramente é confundido com frieza – e está errado. O que acontece é que, sendo ele um cientista social, ele vai querer saber sobre você antes de se permitir gostar. Ele se apaixona pelas suas ideias, nas entrelinhas, naquelas coisas que ninguém repara, nas sensações abstratas, naquilo que o intriga e estimula. Não existe fascinação exatamente pelo que é padronizado, mas sim, por todos os desvios, por tudo o que é singularmente belo.

Se a comunicação é a base para tudo na vida de um aquariano, no amor não poderia ser diferente. Aqui, a amizade, a cumplicidade e a racionalidade são mais exaltadas do que as efêmeras paixões ou prazeres dos sentidos. O que ele quer é o orgasmo intelectual proveniente da comunhão entre as conexões – é tudo uma questão de encontro e sinergia. Já pensou em entrar num relacionamento e nele descobrir o seu melhor amigo?

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar