Cultura

Vladimir Safatle lança nova música do álbum 'Tempo Tátil'

Postado em: 19-02-2021 às 08h45
A partir desta sexta-feira (19), está no ar a peça instrumental 'Instância e explosão', nos principais serviços de streaming | Foto: Divulgação/Vladimir Safatle

Elysia Cardoso

Nesta sexta-feira (19), o público pode conferir mais uma música do álbum 'Tempo Tátil', novo disco de Vladimir Safatle, que é especializado em filosofia da música. Desta vez a instrumental 'Instância e explosão', com Vladimir Safatle (piano) e Igor Willcox (bateria), já está disponível nos principais serviços de streaming e na plataforma Sesc Digital.

Sobre "Instância e explosão", Vladimir Safatle comenta que "não há ruas sem saídas. Um limite nunca é exatamente um limite. Ele é o ponto de transformação de uma situação. É tudo uma questão de saber como abordá-los. Até porque, se for para analisar em termos de fracasso, nada sob o sol está imune de ser visto como um fracasso. O que mostra a falta de sentido absoluta da avaliação".

O artista completa: "Tem uma mágica que consiste em, de tanto bater o carro com a parede no fim da rua, você acaba construindo uma saída. Era assim que John Cage fazia música. Schoenberg uma vez lhe disse que ele compunha como quem batia a cabeça contra uma parede. No que ele respondeu: ‘Então eu quero bater a cabeça até furar a parede’. Que São Cage acompanhe os "maus" condutores até a próxima colisão", finaliza.

Sobre Tempo Tátil

Composto, em sua maioria, entre 2008 e 2020, essas peças marcam o abandono da exploração da forma-canção, como vemos no primeiro trabalho de Safatle, ‘Música de superfície’. Aqui, as peças giram em torno de um trabalho de liberação do tempo musical de seus esquemas estruturais. Isso produz peças que se desdobram entre o desfibramento, com um imobilismo aparente que é, na verdade, forma, de liberar os sons ao desenvolvimento de relações laterais, e a pulsação, como se a repetição pudesse fazer o papel de sustentação de um processo que se recusa conscientemente a andar para frente.

Desfibramento e pulsação são também formas de confrontar o fantasma originário brasileiro, esse mesmo que nos ensina que aqui é uma terra sem estrutura, sem lei, sem continuidade, sempre assombrada pelo amorfo. Uma música fiel a seu conteúdo de verdade deve então saber não fugir de tal fantasma, produzindo a partir exatamente daquilo que nos ensinaram como sendo improdutivo.

O primeiro single lançado foi ‘O amor vai desterrar nossos corpos’, disponível na internet desde 22 de janeiro. Sobre a obra composta pelo pianista em cima do poema ‘Er war Erde in Ihnem’ (Havia terra neles), de Paul Celan e traduzido pelo próprio músico e filósofo, Safatle lembra desse comentário de Celan: "Mas ao mesmo tempo são também, em tantos outros caminhos, caminhos nos quais a língua se torna sonora, são encontros, encontros de uma voz com um Tu perceptível, caminhos de criaturas, esboços de existência talvez, um antecipar-se para si mesmo, à procura de si mesmo … Uma espécie de volta à casa" (Celan, Paul; Meridiano) .

Em ‘O amor vai desterrar nossos corpos’, Vladimir Safatle (piano) tem a companhia da soprano Caroline De Comi, uma das mais versáteis cantoras líricas brasileiras da nova geração com atuação no repertório operístico como na música de câmara e contemporânea, e do violinista Renan Vitoriano, atual spalla da GRU Sinfônica.

Na sequência, veio o segundo movimento de ‘Três peças para gestos ao piano’ em interpretação solo de Safatle, que comenta: "A escrita para piano sempre procurou produzir corpos, estabelecer a velocidade dos gestos dos braços, a intensidade do toque dos dedos, as passagens das mãos, interferir na respiração. Há um corpo expressivo que nasce com o piano. Esse corpo precisa, hoje, não temer se descompor, desfibrar-se, como a forma suprema de sua expressão". Quem acessa o Sesc Digital ou as plataformas de streaming também tem acesso ao terceiro movimento de ‘Três peças para gestos ao piano’ . (Especial para O Hoje)

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar