19 de outubro de 2017 - quinta-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Economia
Dia das Crianças
09/10/2017 | 18h22
Variação em preços de presentes pode chegar a 132%
Dados são do Procon. Órgão alerta para que consumidor fique atento à segurança e faz cartilha de orientação de preços

Quarta data mais importante para o comércio, perdendo somente para o Natal, o Dia das Mães e o Dia dos Namorados, o Dia das Crianças, comemorado nesta quinta-feira (12) promete um número grande de clientes às lojas. As expectativas dão conta de um crescimento que deve bater os dois anos anteriores, período em que em decorrência da crise, o comércio registrou saldos negativos.

O Procon Goiás, no intuito de auxiliar os consumidores que estão em busca de presentes, divulgou nesta segunda-feira (9) uma lista com preços de 85 produtos, colhidos em 8 locais diferentes de Goiânia, a fim de orientar quanto à noção dos preços médios e assegurando uma compra segura.

Levando em consideração produtos que estiveram presentes no ano passado e em 2017, o levantamento mostrou que os preços estão 1,33% mais caros. O índice de inflação do IPCA/IBGE revela ainda que o aumento médio nos valores está ainda menor do que o índice da inflação no mesmo período de comparação.

Confira abaixo as reduções e os aumentos de cada um: 

  

A variação de preços, estratégia usada por comerciantes aproveitando-se da data, pode trazer preços não muito justos. Segundo o Procon, os valores pagos por um presente podem variar em até 132%. O órgão alerta para que o consumidor fique atento à variação de preços, pesquisando antes de comprar. Entre as principais recomendações estão ter atenção aos itens de segurança do brinquedo, evitar produtos de mercado informal, testá-los, bem como verificar se há a presença de peças que podem trazer transtornos. 

Confira a lista de itens que mais inflacionaram:

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)