Economia

Banco do Brasil fecha 361 unidades e abre programa de demissão voluntária

Postado em: 11-01-2021 às 11h33
Cerca de 5 mil pessoas devem deixar a instituição financeira neste primeiro semestre | Foto: Reprodução

Nielton Soares

O Banco do Brasil (BB) decidiu nesta segunda-feira (11) fechar 361 unidades em todo o Brasil neste primeiro semestre. E, com isso, abriu o programa de demissão voluntária (PDV) para funcionários. 

A decisão deve afetar agências, postos de atendimento e escritórios da instituição financeira. Nesse sentido, o programa de demissão, que vai até fevereiro, prevê o desligamento de pelo menos 5 mil pessoas.

Dentre as alterações, pelo menos 243 agências serão convertidas em postos de atendimento e oito postos de atendimento serão transformados em agências.

Já outras 145 unidades de negócios serão transformadas em lojas BB, sem guichês de caixas presenciais. Além disso, o banco informou que haverá a criação de 28 unidades de negócios. Dessas, 24 especializadas em agronegócio.

Pandemia

Com a pandemia do novo Coronavírus, o BB notou que aumentaram as transações online e o uso de aplicativos, com isso, a instituição está aproveitando para cortar custos com as operações.

Para se ter ideia, o Banco do Brasil divulgou que a economia anual estimada pela mudança é de R$ 353 milhões em 2021 e R$ 2,7 bilhões até 2025.

 

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar