25 de abril de 2017 - terça-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Esporte
Partida
20/03/2017 | 06h00
Goiás empata na Serrinha
Alviverde sai em desvantagem no placar, mas consegue marcar e evitar derrota para o Anápolis em casa

Edivaldo Barbosa

O Goiás não fez prevalecer o seu favoritismo e apenas empatou por 1 a 1 com o Anápolis, na tarde de ontem, no Estádio Hailé Pinheiro (Serrinha), na rodada de fechamento do returno do Campeonato Goiano. Pedro Henrique abriu o placar para o tricolor, enquanto o garoto Otacílio empatou para o alviverde.

Mesmo sendo um resultado ruim diante de uma equipe que luta contra o rebaixamento, o Goiás segue na liderança do Grupo A, agora com 18 pontos. Já o Anápolis chegou a 9 pontos e continua correndo perigo de cair para a Divisão de Acesso.

O jogo

A partida começou sob chuva forte na Serrinha. O Goiás tomou logo a iniciativa do jogo e, aos 2 minutos, Carlos Eduardo ganhou a jogada após lançamento de Juan e chutou para fora. Em seguida, o volante Felipe Baiano, do Anápolis, recebeu o primeiro cartão amarelo do jogo por conduta antidesportiva. O alviverde atacava, enquanto o tricolor valorizava a marcação na ânsia de surpreender o rival através de jogadas de contra-ataques.

O Goiás encontrava dificuldade em romper a marcação do rival, que buscava o gol defendido por Ivan através de jogadas de contra-ataques e lançamentos de longa distância. Muitos deles, inclusive, infrutíferos. Aos 36, Juan cobra falta, David Duarte cabeceia, mas Tiago Cavalcanti consegue afastar a bola.

Se no primeiro tempo a partida foi estudada e sem grandes chances, na etapa final os rivais se lançaram mais ao ataque. O tricolor anapolino voltou para o segundo tempo com Pedro Henrique no lugar de Lucas Sotero. Ao contrário dos 45 minutos iniciais, o Anápolis se abriu mais e foi em busca do gol. 

A iniciativa foi válida. Aos 9, David fez jogada inteligente pela direita, superou a marcação de Patrick e cruzou na área. Bem colocado, Pedro Henrique escorou para dentro do gol – Anápolis 1 a 0. Em vantagem no placar, o Anápolis recuou e o Goiás, com isso, cresceu na partida.

Apesar de pressionar, o alviverde somente chegou ao empate aos 34, quando Otacílio, na sua estreia como jogador profissional, aproveitou cobrança de escanteio e desviou de cabeça – 1 a 1. 

Nos minutos finais, o Goiás teve a chance de virar o placar. Aos 44, após cobrança de escanteio para a área do Anápolis, Patrick esticou o pé e acertou a bola. No lance, a bola bateu no seu braço do jogador dentro da área: pênalti. O meio-campista Juan cobrou mal e o goleiro Wagner Bueno defendeu com o pé.

 

Ficha Técnica:

Jogo: Goiás 1 x 1 Anápolis. Local: Estádio Hailé Pinheiro, em Goiânia. Árbitro: Jefferson Ferreira. Assistentes: Leone Carvalho e Bruno Pires (Fifa).Expulsão: Leandro Bulhões, aos 25 do segundo tempo. Gols: Pedro Henrique, aos 9, e Otacílio, aos 34, do segundo tempo. Renda e público: não divulgados 

Goiás: Ivan; Pedro Bambu, Fábio Sanches (Alex Alves ou Felipe Macedo), David Duarte e Patrik; Víctor Bolt, Léo Sena (Jarlan) e Juan; Carlos Eduardo (Thalles), Aylon (Otacildo) e Tiago Luís. Técnico: Gilson Kleina. 

Anápolis: Wagner Bueno; Marcelo, Igor, Valdomiro e Rafael Furlan; Neilson, Helder, Felipe Baiano e Deivid (Marlon); Lucas Sotero (Pedro Henrique) e Tiago Cavalcanti. Técnico: Waldemar Lemos. 

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)