18 de outubro de 2017 - quarta-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Esporte
Esportes
19/04/2017 | 06h00
Mentalidade ofensiva
Goiás quer jogar ‘como time grande’ diante do Fluminense hoje pela Copa do Brasil

FELIPE BONFIM

Nada de se esconder atrás do regulamento, o Goiás quer agredir o Fluminense ofensivamente nesta noite, quando as duas equipes se reencontram no jogo de volta da quarta fase da Copa do Brasil, às 21h45, no Estádio Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).

Como venceu o primeiro confronto na última semana, em Goiânia, por 2 a 1, o alviverde consegue a classificação às oitavas de final com um empate ou mesmo com uma derrota por um gol de diferença, desde que balance as redes pelo menos duas vezes.

Apesar da vantagem no placar, o elenco esmeraldino não vai jogar com as costas na parede, de acordo com o volante Victor Bolt. O jogador avisa que, apesar de acreditar em uma pressão do tricolor carioca nos primeiros minutos, o time alviverde irá jogar ofensivamente e buscar um gol para não se colocar em uma situação complicada durante a partida.

“Não gosto de jogar em cima da vantagem porque se tomar um gol temos que correr atrás pelo empate e pode ficar mais difícil. O Goiás é grande e vai jogar como time grande para chegar lá e ganhar. Estamos esperando pressão deles, mas vamos jogar para vencer, como sempre jogamos. Sabemos que 1 a 0 a classificação é deles. Então, se tomarmos um gol teremos que sair para buscar o empate”, disse.

Para este duelo, o técnico Sílvio Criciúma não irá contar com o volante Pedro Bambu, lesionado. O volante Patrick, que atua de forma improvisada na lateral-esquerda, recebeu o terceiro cartão amarelo e também está fora. O atacante Carlos Eduardo, expulso na primeira partida, é outra baixa.

O treinador, no entanto, não revelou como irá montar a formação. Jefferson deve ser a opção na esquerda. Toró, Jean Carlos ou Juan podem ser os escolhidos para o meio-campo. No setor ofensivo, a vaga pode ser assumida por Aylon ou Michael.

Entrega

Com a necessidade de reverter o resultado, o técnico Abel Braga trabalhou bem o motivacional do elenco durante a semana. O treinador do Fluminense convocou o torcedor para a partida desta noite e prometeu dedicação durante todo o tempo no Maracanã.

“O torcedor sabe que vai para o jogo com um time com alma, vibrante. O jogo começa com uma situação adversa, será fundamental ver o Maracanã como nós vimos contra o Liverpool. Lógico que vamos tentar ter uma atuação igual, mas isso não posso prometer. O que posso prometer é alma, entrega, vibração, atitude. Isso não vai faltar. O Fluminense vai entrar vibrando em todas as jogadas. Estou confiante, nossa equipe tem uma entrega, um espírito de sacrifício muito grande”, disse.

Abel promove três alterações no time. O goleiro Diego Cavalieri, expulso, sai para a entrada de Júlio César. O zagueiro Renato Chavez, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, será substituído por Nogueira. Richarlison entra no lugar de Henrique Dourado, lesionado. 

Ficha Técnica:

Jogo: Fluminense x Goiás 

Local: Estádio Maracanã, às 21h45, no Rio de Janeiro (RJ). Árbitro: Raphael Claus (SP/Fifa). Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis (SP/Fifa) e Alex Ang Ribeiro (SP) 

Fluminense: Júlio César; Lucas, Nogueira, Henrique e Léo; Wendel, Orejuela e Sornoza; Marcos Júnior, Richarlison e Wellington

Técnico: Abel Braga

Goiás: Marcelo Rangel; Tony, Everton Sena, Fábio Sanches e Jefferson; Victor Bolt, Léo Sena, Toró (Jean Carlos ou Juan) e Tiago Luís; Michael (Aylon) e Léo Gamalho

Técnico: Sílvio Criciúma 

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)