24 de maio de 2018 - quinta-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Esporte
Atlético
02/02/2018 | 06h00
Tanque fala em imcômodo e espera reverter a situação rubro-negra
Tanque veio do Botafogo por empréstimo no início do ano e começou a temporada como reserva. Com a lesão de Élder Santana, o carioca acabou assumindo a posição, mas ainda não conseguiu deslanchar

Cinco jogos, três empates e duas derrotas. No Goianão 2018, o Atlético continua sem saber o que é vencer uma partida. O decepcionante rendimento da equipe - que contará com Cláudio Tencati como o novo técnico a partir da próxima rodada – vem gerando incômodo nos jogadores do Dragão. Um deles é Vinícius Tanque, atual centroavante titular.

Tanque veio do Botafogo por empréstimo no início do ano e começou a temporada como reserva. Com a lesão de Élder Santana, o carioca acabou assumindo a posição, mas ainda não conseguiu deslanchar.

Na saída de campo após o empate com o Anápolis, o jogador de 22 anos admitiu que o clube não está em uma situação confortável, figurando na zona de rebaixamento. “Estamos em uma situação delicada. Não só o João (Paulo Sanches), mas todos do elenco estão insatisfeitos, incomodados. Esperamos dar a volta por cima o mais rápido possível”, afirmou Tanque.

Sobre o jejum de vitórias, Tanque comentou sobre a crescente pressão em cima do clube. “O trabalho foi bem feito. Infelizmente, o resultado não está vindo. Isso gera desconfiança entre nós e na torcida”, disse o atleta. “Pecamos na hora da finalização ou do passe, mas nada como trabalhar e reverter essa situação”, encerrou. (Luiz Felipe é integrante do programa de estágio do jornal O Hoje) 

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)