18 de junho de 2018 - segunda-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Esporte
Clássico
08/03/2018 | 06h00
Com mudanças, Atlético volta as atenções para o clássico
Time rubro-negro enfrenta o Goiás neste fim de semana e Cláudio Tencati terá que fazer alterações na escalação

Luiz Felipe Mendes*


O Atlético só pensa no jogo contra o Goiás. Além da importância de ser um clássico e colocar frente a frente os dois goianos melhor posicionados no ranking da CBF, o duelo pode definir o destino atleticano no Campeonato Goiano. Para o confronto, o treinador Cláudio Tencati terá que fazer algumas alterações.

Enquanto a situação alviverde é tranquila, o rubro-negro precisa pontuar para seguir sonhando com a classificação às semifinais do Goianão. Contudo, a equipe não vai poder escalar o lateral direito Jonathan (machucado) e o volante Diego Silva (suspenso), e Tencati terá que promover estreias ou improvisações.

Na lateral direita, o Dragão não tem mais opções no plantel, apesar de ter contratado mais de 15 atletas para a temporada. Por isso, o volante Diego Valderrama vinha sendo improvisado no setor, mas não com a eficácia planejada. Por isso, o zagueiro Lucas Rocha, que já atuou como lateral no Boavista-RJ, será o escolhido como substituto imediato.

Na posição de volante, Valderrama, Rodrigo e Irlan são opções, mas a escolha de Tencati não deve ser nenhum dos três. A pedido do técnico, o Atlético contratou Rômulo no começo deste mês. Pouco mais de uma semana após ser oficializado, o atleta de 22 anos pode ser titular logo em sua primeira partida com a camisa rubro-negra.

Desde que Cláudio Tencati assumiu a equipe do Atlético, foram três vitórias, três empates e apenas uma derrota. Pelo Campeonato Goiano, após a chegada do ex-técnico do Londrina, o Dragão não sabe o que é perder e está invicto há sete partidas – no entanto, o jogo contra o Anápolis, pela 5ª rodada, ainda tinha João Paulo Sanches como comandante.


Revezamento

Uma das características do time treinado por Tencati desde que o mesmo chegou é o revezamento dos jogadores. Na zaga, Jonathan, William Alves, René Santos e Bruno Santos se firmaram, com a entrada constante de Lucas Rocha. Hugo Gomes também já foi utilizado duas vezes. No meio-campo, os únicos ainda não escalados foram Irlan, Pablo e José Augusto. 

No ataque, somente três dos dez nomes ainda não foram aproveitados por Tencati: Édson Júnior, Pedro e Denilson. Ao todo, entre os seis que ainda não ganharam chance, quatro são da base. O alto índice de revezamento aplicado por Tencati vem dando resultados, sendo que, em sete jogos, seis atletas diferentes balançaram as redes. (*Luiz Felipe Mendes é integrante do programa de estágio do jornal O Hoje) 

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)