15 de agosto de 2018 - quarta-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Esporte
Fora
10/05/2018 | 06h00
Grêmio confirma favoritismo e derrota o Goiás por 3 a 1
Com o resultado, a equipe gaúcha se tornou a primeira classificada para as quartas da Copa do Brasil. O Goiás agora foca na Série B

Luiz Felipe Mendes*


O Goiás lutou, mas realmente não deu. Jogando com o time inteiramente reserva, o Grêmio derrotou os goianos na Arena do Grêmio e é o primeiro time classificado para as quartas de final da Copa do Brasil. Os gols da vitória foram marcados por Alisson, duas vezes, e Thaciano. Maranhão diminuiu para o esmeraldino. O Goiás se despede da competição após fazer uma boa campanha.


O jogo

A missão já era extremamente difícil. Reverter um placar de 2 a 0 contra um time que é considerado por muitos como o melhor da América, na casa do adversário, é no mínimo um objetivo complicado de se alcançar. Tudo bem que o Grêmio estava com o time reserva, mas nada que alterasse drasticamente o esquema e o estilo de jogo do time treinado por Renato Gaúcho.

Contra todas as probabilidades, a primeira chegada com perigo foi do Goiás, uma equipe que não vive um bom momento na temporada, ainda sem ter vencido em quatro rodadas da Série B. Carlos Eduardo finalizou e deu trabalho para o goleiro Paulo Victor. Entretanto, apenas dois minutos depois, aos 13, Cícero mandou um passe por elevação na área e Alisson avançou entre os zagueiros para buscar a bola e fuzilar Marcelo Rangel. Os defensores alviverdes reclamaram de falta em Edcarlos, mas o gol foi validado.

Daí para frente, a superioridade gremista se tornou absoluta. Marcelo Rangel virou o nome do jogo, fazendo importantes intervenções nos chutes de Lima, Maicosuel e Alisson. Em um lance, o segundo gol só não saiu porque, em um rebote, Lima chutou em cima de Edcarlos, que havia caído no chão no meio do lance e afastou a bola deitado, sem querer nem perceber. O primeiro tempo foi encerrado, e o Grêmio foi para o vestiário com uma vantagem ainda maior.

Antes da primeira volta do relógio no retorno à segunda etapa, o Tricolor Gaúcho criou sua primeira chance, em arremate de Madson, para fora. O Goiás respondeu rápido, com Michael, aos 4 minutos, e com eficiência aos 6. E não só com eficiência, com qualidade. Maranhão marcou um gol de placa na Arena do Grêmio, de um ângulo improvável, e empatou a peleja.

Apesar da confiança renovada, o balde de água fria veio aos 30 minutos, em chute cruzado de Thaciano, que havia entrado no lugar de Lima. A situação piorou aos 45, quando Alisson marcou o seu segundo na partida. 3 a 1 para o Grêmio, que confirmou a classificação para a próxima fase da Copa do Brasil. O Goiás, que foi comandado ontem pelo técnico interino Augusto César, agora abre espaço para Ney Franco. 


Ficha técnica 

Grêmio 3 x 1 Goiás 

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre. Árbitro: Igor Junio Benevenuto (MG). Assistentes: Felipe Alan Costa de Oliveira (MG) e Ricardo Junio de Souza (MG). Gols: Alisson, aos 13’ do 1º tempo. Maranhão, aos 6’ do 2º tempo. Thaciano, aos 30’ do 2º tempo. Alisson, aos 45’ do 2º tempo. Público: 12.573 presentes e 11.118 pagantes. Renda: R$ 301.076,00. 

Grêmio: Paulo Victor; Madson, Bressan, Michel e Marcelo Oliveira; Cícero, Jailson, Lima (Thaciano), Alisson e Maicosuel (Pepê); Thonny Anderson (Vico)

Técnico: Renato Gaúcho

Goiás: Marcelo Rangel; André Krobel, Edcarlos (Eduardo Brock), David Duarte e Jefferson; Gilberto, Tiago Luís (Rafinha), Samuel (Michael) e Maranhão; Carlos Eduardo e Jacó 

Técnico: Augusto César 

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)