16 de outubro de 2018 - terça-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Esporte
Goiás
04/10/2018 | 06h00
Ney Franco estabelece nova meta pelo acesso
Para o técnico, basta o alviverde ganhar metade dos compromissos que tem pela frente para se garantir na Série A de 2019

Oito partidas, apenas oito partidas. Em segundo lugar na Série B, obviamente teria sido melhor se o Goiás tivesse batido o Londrina em casa, mas o empate sem gols manteve o esmeraldino na vice-colocação. Para o técnico Ney Franco, basta o alviverde ganhar metade dos compromissos que tem pela frente para se garantir na Série A de 2019. Entre os próximos confrontos, cinco deles serão fora de Goiânia, enquanto outros três ocorrem dentro de casa.

“Temos oito rodadas para o campeonato terminar. Temos que ter a competência para vencer quatro jogos e vamos em busca disso”. É assim que Ney Franco resume o momento do Goiás na competição, com 50 pontos alcançados. Os embates marcados para a capital goiana são diante do Avaí, no dia 26 de outubro, Sampaio Corrêa, em 5 de novembro, e Brasil de Pelotas, no dia 24 do mesmo mês, na última rodada do campeonato. Fora de casa, o time da Serrinha vai enfrentar Juventude, CRB, Criciúma, Coritiba e Oeste.

Apesar da sequência final ter mais jogos fora do que dentro de casa, seis dos oito adversários figuram na metade de baixo da tabela de classificação, incluindo dois na zona de rebaixamento. Além disso, o Coritiba, na metade de cima, está somente em 10º. Na teoria, somente o Avaí apresenta uma qualidade maior considerando seu desempenho na competição, em quarto. A preocupação maior de Ney Franco, no entanto, não é essa. “O que mais preocupa é a parte física, jogamos numa cidade quente, isso desgasta muito. O cansaço não é desculpa, mas é um fato”, apontou. O Goiás volta a campo no dia 12, contra o Juventude.

 

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)