16 de outubro de 2018 - terça-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Esporte
King Saud University
11/10/2018 | 06h00
No feriado, Brasil duela com a Arábia Saudita
No território adversário, seleção brasileira entra em campo pelo terceiro amistoso depois da disputa da Copa do Mundo de 2018

O goleiro Éderson é uma das novidades de Tite na escalação titular do time

*Luiz Felipe Mendes

A eliminação na Copa do Mundo pode ter sido decepcionante, mas um novo ciclo já começou. No início desta nova etapa, a seleção brasileira venceu Estados Unidos e El Salvador. Agora, é a vez da Arábia Saudita medir forças com o Brasil. No Estádio King Saud University, às 15 horas de sexta-feira, a equipe canarinho visita os árabes no país deles, na cidade de Riad. Com mudanças na escalação, o técnico Tite pensa somente na vitória.

Nas Eliminatórias para o Mundial, antes do atual treinador assumir, o Brasil passou por alguns perrengues. Com a chegada do comandante, no entanto, o time encaixou e brilhou muito por causa do trio ofensivo formado por Philippe Coutinho, Neymar e Gabriel Jesus, um ataque mortal. Com o tempo, Tite optou por recuar Coutinho para o meia e colocar Willian nos lados do campo, mas no duelo contra a Arábia Saudita ele vai voltar a colocar o trio que tanto fez sucesso nas Eliminatórias.

Outra mudança dentro dos 11 iniciais é a estreia do zagueiro Pablo com a amarelinha. Além disso, o goleiro Éderson assume a vaga de Alisson, em um dos testes da comissão técnica visando uma rodagem do elenco. Na lateral, Fabinho e Alex Sandro surgem como novas alternativas, e no meio Renato Augusto volta a ser titular. Tudo indica que no confronto contra a Argentina, na terça-feira que vem, o ex-gremista Arthur seja o escolhido, mas Tite aposta em Renato no embate contra os asiáticos.

O arqueiro escolhido para enfrentar a Arábia Saudita, e que conta com a confiança do treinador, comentou sobre a ideia de seu líder. “Ele passou a ideia dele, falou que era um novo ciclo se iniciando para a Copa América e procuraria testar o máximo de jogadores possível”, analisou. A Copa América, próxima competição internacional envolvendo a seleção pentacampeã, está marcada para o ano que vem aqui mesmo no Brasil. Por isso, antes mesmo das atenções se voltarem para a Copa do Mundo em 2022, o torneio da próxima temporada pode servir como uma grande série de testes tendo como o principal foco o hexacampeonato mundial.

Arábia Saudita

Os adversários que recebem os brasileiros na sexta-feira vêm de um empate contra a Bolívia no dia 10 de setembro. Na Copa do Mundo, a campanha do time não foi lá das melhores, sendo goleada pela Rússia na estreia em um placar de 5 a 0, perdendo para Uruguai por 1 a 0 em seguida, mas conseguindo vencer na última rodada, em um marcador de 2 a 1 sobre o Egito, de virada. No último ranking oficial da Fifa, a seleção estava na 71ª colocação, um contraste muito grande em relação ao Brasil, o qual hoje ocupa o terceiro lugar, atrás apenas de França e Bélgica. 

Ficha técnica 

Arábia Saudita x Brasil 

Local: Estádio King Saud University, sexta-feira, às 15 horas, em Riad, Arábia Saudita.  

Arábia Saudita: Al Owais; Al Mowalad, Hawsawi, Albulayhi e Al Shahrani; Kanoo, Al Muwallad, Al Shehri, Al Mogahwi e Al Dawsari; Camara.

Técnico: Juan Antonio Pizzi

Brasil: Ederson, Fabinho, Marquinhos, Pablo e Alex Sandro; Casemiro; Fred, Renato Augusto, Coutinho e Neymar; Gabriel Jesus.

Técnico: Tite 

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)