13 de novembro de 2018 - terça-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Esporte
Voleibol Masculino
07/11/2018 | 16h35
Libertadores de Vôlei tem brasileiros em alta
No momento, a três rodadas do fim da primeira fase, o SESC do Rio de Janeiro lidera competição que ainda conta com times argentinos

Foto: Mira Imagens

Luiz Felipe Mendes

A Libertadores do futebol masculino pode ter acabado para os brasileiros, com a final confirmada entre Boca Juniors e River Plate. Porém, na Libertadores de vôlei masculino, o Brasil está dando um verdadeiro show, com a maioria de suas equipes dentro da zona de classificação. Com metade dos jogos da primeira etapa disputados, apenas o Sesi (SP) está fora da faixa dos quatro que se classificam, ao contrário de SESC (RJ), Cruzeiro (MG) e Taubaté (SP).

Dentro da competição, quatro times do Brasil participam ao lado de quatro equipes da Argentina. O torneio foi criado neste ano e desenvolvido pelas entidades dos dois países, sendo posteriormente aprovada pela Confederação Sul-Americana de Voleibol (CSV). O regulamento do campeonato é o seguinte: os oito participantes são divididos em duas chaves. No Grupo 1, estão SESC, Cruzeiro, Bolívar (ARG) e Ciudad Voley (ARG). No Grupo 2, figuram Taubaté, SESI, San Juan (ARG) e Libertad (ARG). Ainda que estejam divididos, os oito melhores no rendimento geral avançam para o quadrangular final. No momento, a três rodadas do fim, estão se classificando SESC, Cruzeiro, Taubaté e San Juan.

Tópicos:  vôlei,   voleibol,   vôlei masculino

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)