A PHP Error was encountered

Severity: Notice

Message: Use of undefined constant v - assumed 'v'

Filename: controllers/noticia.php

Line Number: 85

ESPORTE - Vila empata e perde chance de encostar no Londrina
Quarta-feira, 13 de novembro de 2019
GOIÂNIA-GO
{{tempo.temperatura}}°

Esporte

Vila empata e perde chance de encostar no Londrina

Postado em: 08-11-2019 às 22h50
Clube goiano tem rodada favorável, mas não consegue fazer dever de casa e agora enfrenta o Guarani, novamente no Serra Dourada - Foto: Afonso Cardoso

Felipe André

O maior problema do Vila Nova nesta rodada, foi o próprio Vila Nova. O clube goiano teve uma rodada considerada “perfeita” para sua pretensão de permanecer na Série B, mas ficou no empate sem gols contra o Operário jogando no estádio Serra Dourada e perdeu a chance de empatar em número de pontos com o Londrina, primeiro clube fora do Z4. A diferença agora é de dois pontos. 

Nos 15 primeiros minutos apenas o Operário atacou no Serra Dourada. O primeiro terço da partida teve cobrança de falta perigosa de Mailton, cabeçada de Felipe Augusto na trave e outra cabeçada a queima roupa que foi salva por Rafael Santos. Os donos da casa conseguiram chegar com perigo ao ataque apenas aos 18, quando Capixaba fez jogada pelo lado direito e cruzou, Romário se esticou, mas não alcançou de cabeça.

Aos 27 minutos a melhor oportunidade do Operário na primeira etapa. O Colorado deixou um “buraco” em sua defesa e Felipe Augusto recebeu sozinho na grande área, o camisa 7 tocou por cima de Rafael Santos, mas só não saiu para comemorar porque Jeferson evitou em cima da linha.

A torcida aumentou os gritos de “tigrão”, e o Vila marcou um gol, com Romário de cabeça, mas foi anulado por conta de um impedimento do lateral, que jogou improvisado no ataque. O primeiro tempo ainda reservou uma finalização no travessão de Felipe Augusto, que recebeu em um contra-ataque no mano a mano contra Jussani e por muito pouco não abriu o placar.

A situação quase se inverteu na segunda etapa. O Vila levou perigo em duas oportunidades logo nos seis primeiros minutos. Alan Mineiro e Diego Jussani arriscaram de fora da grande área, mas pararam na defesa de Rodrigo Viana. Desde então o Operário se resumiu a se defender. Os paranaenses não mostraram a mesma força do primeiro tempo.

O Vila Nova então “assumiu” a posse de bola, mas de maneira improdutiva, já que não criou oportunidades e tentava lançamentos da defesa. A situação que já era complicada, se tornou quase desesperadora quando dois gols foram desperdiçados em jogada que o Colorado tinha maior quantidade de jogadores. Primeiro foi Carlinhos que em um três contra dois, recebeu e bateu fraco em cima do goleiro. Depois foi Gustavo Henrique que tentou jogada individual e tropeçou na bola, saiu mancando e foi substituído na sequência.

Os gritos de “tigrão ê ô” voltaram conforme o Vila ficava mais tempo no campo de ataque. As cobranças da arquibancada também subiram o tom conforme a partida terminava. O Vila Nova está indo para 33 pontos e poderia estar empatado com o Londrina, que foi derrotado, mas para isso precisava ganhar. Fim de jogo e nada de gols no Serra Dourada.

Na próxima rodada o Vila Nova joga novamente no Serra Dourada, desta vez contra o Guarani, na quarta-feira (13), às 19h15 (horário de Brasília). O Operário por sua vez, na terça-feira (12) recebe no Germano Krüger o Bragantino, às 21h30. 

FICHA TÉCNICA
Vila Nova 0x0 Operário

Data: 8 de novembro, 2019
Horário: 20h30 (horário de Brasília)
Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia-GO

Árbitro: Jonathan Antero Silva (RO)
Assistentes: Márcia Bezerra Lopes Caetano (RO) e Rener Santos de Carvalho (AC)

Público pagante: 1.476
Público total: 2.450
Renda: R$ 9.055,00;

Vila Nova: Rafael Santos; Jeferson, Wesley Matos, Diego Jussani e Gaston; Magno, Ramon (Tinga) e Alan Mineiro; Capixaba (Carlinhos), Gustavo Henrique (Mailson) e Romário. Técnico: Itamar Schülle

Operário: Rodrigo Viana; Maílton, Alisson, Rodrigo e Julinho; Jardel, Chicão (Jonh Lennon) e Rafael Chorão; Felipe Augusto (Eduardo), Uilliam e Cleyton (Bruno Batata). Técnico: Gerson Gusmão 

 

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar