A PHP Error was encountered

Severity: Notice

Message: Use of undefined constant v - assumed 'v'

Filename: controllers/noticia.php

Line Number: 85

ESPORTE - Goiás pega o Santos para chegar aos quarenta e cinco pontos
Quarta-feira, 13 de novembro de 2019
GOIÂNIA-GO
{{tempo.temperatura}}°

Esporte

Goiás pega o Santos para chegar aos quarenta e cinco pontos

Postado em: 09-11-2019 às 14h25
Alviverde recebe o Peixe em busca de uma vitória para eliminar qualquer risco de rebaixamento; depois disso, time quer sonhar alto - Foto: Rosiron Rodrigues

Luiz Felipe Mendes

A meta por enquanto é conservadora. Apesar de estar a cinco pontos de uma vaga no G-6 e dentro da zona de classificação para a Sul-Americana, seis pontos acima do primeiro clube fora dela, o Goiás prefere voltar as atenções para a permanência na Série A do Campeonato Brasileiro, pelo menos por enquanto. Neste sábado (9), às 17 horas, o esmeraldino recebe o Santos no Serra Dourada para tentar dar continuidade ao objetivo seguinte.

Quando se debate sobre as equipes ameaçadas pelo rebaixamento até a segunda divisão, os primeiros nomes que vêm à cabeça são Avaí, Chapecoense, CSA, Botafogo, Cruzeiro, Fluminense e a dupla Ceará e Fortaleza. O Vasco e o Atlético Mineiro se recuperaram e se desgarraram um pouco de seus adversários diretos. O Goiás não é muito mencionado neste bolo, já que matematicamente possui apenas 0,3% de chance de cair, segundo o site Chance de Gol. Apesar disso, o técnico Ney Franco e seus comandados preferem alcançar logo as 45 unidades, o ponto de corte mais comum para escapar da degola, para então pensar em outras missões.

Não foram poucos os que deixaram claro o foco alviverde no atual momento. “A gente ainda não alcançou nada, claro que estamos cada vez mais próximos do nosso objetivo. Mas, desde o início do campeonato, o time sempre conversava em permanência”, disse Rafael Moura. “Olhamos para cima na tabela. Ainda temos que conseguir os 45 pontos. Depois, Sul-Americana e Libertadores. Sonhando passo a passo”, comentou Leandro Barcia. “Primeiramente, temos que chegar aos 45 pontos para eliminar de vez a questão de rebaixamento. Libertadores não é, ainda, nossa fala”, reiterou Ney Franco.

Um triunfo neste final de semana daria tranquilidade para o Goiás trabalhar até o final da temporada. A sete rodadas do encerramento do Brasileirão, conseguir um espaço na zona de acesso para a Libertadores da América é uma tarefa complicada, mas que pode se tornar um pouco mais acessível se o Flamengo levantar a taça continental neste ano e se o Athletico Paranaense conseguir ficar pelo menos na sexta colocação. Com isso, o G-6 viraria G-8 e o esmeraldino teria mais chances de entrar na luta.

Em relação ao time titular, o atacante Rafael Moura está suspenso e não vai poder atuar. Seu substituto deve ser Papagaio, que ganharia uma grande oportunidade com a camisa verde. No meio de campo, há a possibilidade de Thalles seguir como titular no lugar de Yago Felipe, já que vem apresentando boas atuações. Na zaga, Fábio Sanches retorna no lugar de Lucão.

Peixe

Em terceiro lugar na tabela de classificação, o Santos ainda sonha com o título, mas a chance é mais do que remota. Por isso, a equipe de Jorge Sampaoli tem o desejo de finalizar o campeonato com a melhor campanha possível e uma vaga no G-4 garantida, para não precisar passar pela Pré-Libertadores. No encontro entre Goiás e Peixe no primeiro turno, os paulistas passearam e golearam por 6 a 1, no jogo que sacramentou a queda de Claudinei Oliveira. Agora, os dois lados chegam em momentos diferentes, e o confronto de sábado promete ser acirrado.


Ficha técnica

Jogo: Goiás x Santos: Local: Estádio Serra Dourada, neste sábado, às 17 horas, em Goiânia-GO. Árbitro: Bruno Arleu de Araújo (Rio de Janeiro). Assistentes: Michael Correia (Rio de Janeiro) e Silbert Faria Sisquim (Rio de Janeiro).

Goiás: Tadeu; Yago Rocha, Fábio Sanches, Rafael Vaz e Jefferson; Gilberto, Léo Sena e Thalles; Michael, Leandro Barcia e Papagaio. Técnico: Ney Franco.

Santos: Éverson; Pará, Lucas Veríssimo, Luan Peres (Luiz Felipe) e Jorge; Diego Pituca, Felipe Jonatan e Carlos Sánchez; Soteldo, Marinho e Eduardo Sasha. Técnico: Jorge Sampaoli.

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar