Esporte

Em partida com muitas faltas, Atlético-GO vence o Goiás na Serrinha

Postado em: 13-01-2021 às 23h55
Wellington Rato e Matheus Vargas comemorando o gol da vitória do Atlético sobre o Goiás | Foto: Heber Gomes

Victor Pimenta

O Atlético Goianiense venceu o primeiro clássico do ano em um jogo com muita emoção, raça e cartão. O Goiás que teve seu zagueiro Vanderley expulso com menos de cinco minutos, viu o time rubro-negro pressionar e fazer o gol no segundo tempo em jogada pela esquerda, com Matheus Vargas. O rubro-negro ainda teve Zé Roberto expulso no final do jogo com dois amarelos.

Primeiro tempo

Apesar dos dois times pouparem seus principais jogadores, clássico é clássico, sendo pegado desde o início da partida. Os jogadores do Atlético pecaram no número de faltas, mas com nove minutos quem saiu mais cedo de campo foi o Vanderley. O zagueiro em um lance isolado deu uma cotovelada nas costas de Vítor Leque e recebeu o vermelho direto. A primeira chance de perigo saiu da cabeçada do atacante que mandou por cima do gol de Marcelo Rangel.

Mais uma falta perigosa a favor do Atlético e dessa vez na bola parada, com Chico acertando a rede pelo lado de fora. Daniel com perigo também cobrou falta rasteira para o Goiás e Kozlinski seguro defendeu. O time rubro-negro não deixou o esmeraldino atacar com o goleiro não tendo muito trabalho. Outra grande chance atleticana que não resultou em gol foi com Nicolas que sozinho cabeceou para fora. No final do primeiro tempo, ótima jogada de Figueira que lançou Vinicius e o atacante finalizou passando rente ao gol rubro-negro. Fim de primeiro tempo sem gols na Serrinha.

Segundo Tempo

Com duas mudanças no intervalo, Atlético voltou menos ofensivo que no primeiro tempo. E a melhor chance até os oito minutos foi do Goiás e Rodrigues recebeu dentro da área e desperdiçou chutando fraco. No contra-ataque Janderson tentou, mas sem muita força, a defesa tirou. As substituições feitas por Marcelo Cabo deixaram o time mais lento e sem ataque, e as tentativas de entrar na área foram frustradas, pela esquerda, Rato parou em Rodrigues. Lordelo também muito bem ajudando na defesa. Chute perigoso saiu de um jogador que entrou no segundo tempo vindo do Atlético. Natanael fez Marcelo Rangel esticar, tirando para escanteio.

Aos vinte e um minutos de jogo, Daniel de longe finalizou e a bola pegou em Vinicius antes de entrar nas redes. O atacante estava impedido , assim anulando a jogada. Atlético explorou os contra-ataques e Janderson parou em Marcelo Rangel. Aos 31 do segundo tempo, jogada pela esquerda, Nicolas cruzou rasteiro e Matheus Vargas só completou para as redes. O jogo contou com mais uma expulsão, dessa vez rubro-negra. Zé Roberto tomou o primeiro amarelo e três minutos depois fez falta em Iago e recebeu o segundo amarelo. Wellington Rato teve a chance de decidir novamente em um contra-ataque, mas a bola acertou a trave. Figueira teve a última oportunidade de marcar em cobrança de falta, mas na sequência, o juízo apitou o final do jogo.

FICHA TÉCNICA

Goiás 1x0 Atlético-GO

Data: 13 de janeiro, 2021

Local: Estádio Hailé Pinheiro, em Goiânia-GO; Horário: 21h30 (de Brasília)

Árbitro: Jefferson Ferreira (GO); Assistentes: Cristhian Passos (GO) e Leone Carvalho (GO)

Gol: Matheus Vargas 31’2T (Atlético Goianiense)

Goiás: Marcelo Rangel; Índio (Sandrinho), Iago Mendonça, Chico Grando, Vanderley, Rodrigues (Marinho); Gustavo Blanco (Lincon), Henrique Lordelo, Daniel di Pauli (Neto); Miguel Figueira e Vinicius Lopes (Lucão). Técnico: Augusto César.

Atlético-GO: Kozlinski; Arnaldo, João Victor, Gilvan e Nicolas; Maranhão, Rithely (Natanael), Marlon Freitas (Wellington Rato) e Chico (Zé Roberto); Vitor Leque (Matheus Vargas) e Janderson (Dudu). Técnico: Marcelo Cabo.

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar