Esporte

Fábio Sanches fala de sentimento de abandono de antiga diretoria: "Nem davam satisfação"

Postado em: 23-02-2021 às 19h20
Zagueiro falou também que grupo precisou unir e se fechar senão rebaixamento do Goiás teria acontecido muito antes | foto: Rosiron Rodrigues / Goiás EC

Victor Pimenta

O Goiás passa por momentos difíceis, ainda mais após a troca de diretoria no clube no final do ano passado, que fez com que a equipe se sentisse mais deixada de lado pelo clube estar na zona de rebaixamento.

Em entrevista ao Premiere, após o empate diante do RB Bragantino, que rebaixou o Goiás para a Série B, o artilheiro Rafael Moura pediu a palavra e lamentou a falta de apoio que a antiga diretoria teve com os demais atletas, dizendo que se o elenco não tivesse fechado, o rebaixamento teria sido até mesmo antes do que aconteceu. O zagueiro Fábio Sanches também falou sobre a situação.

“Não estou tirando a culpa de nós jogadores, de nada disso e sabemos da parcela de culpa que a gente tem nesse rebaixamento, mas temos esse sentimento, até porque ano 2019 o time estava bem, a gente estava brigando entre Libertadores e Sul-Americana, sempre estavam todos presentes, vestiário sempre cheio e ano passado quando as coisas começaram a ficar difíceis e a enfrentar um momento complicado na Série A e zona de rebaixamento, não conseguíamos sair da zona e de certa forma, sumiu todo mundo. Ninguém aparecia mais no clube, ninguém falava mais nada, nem davam satisfação e foi um pouco desse sentimento”, ressaltou o atleta.

Para a Série B, o Goiás não deve ter grandes aquisições em relação a chegadas de atletas, pelo grave problema financeiro que a equipe se encontra até aqui. Os veteranos que ficaram no clube ajudaram muito os garotos que estavam subindo ao profissional em meio a todo esse conflito e fizeram com que os jovens amadurecerem rápido a ponte de jogar uma Série A.

“Uma Série A todo mundo sabe o quanto é difícil e quando uma equipe faz um planejamento, boas contratações, quando faz tudo certinho, é difícil disputar o campeonato duro como esse e para nós jogadores que ficamos e os garotos que subiram e muitos nunca nem haviam treinado no profissional, então, os meninos estão de parabéns, e nós experientes conseguimos nos unir”, concluiu Fábio Sanches.  

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar