Esporte

Augusto César explica o porquê de mudanças de posições de Índio e Samuel durante vitória

Postado em: 04-03-2021 às 16h00
Samuel iniciou partida como lateral-direito, mas foi reajustado para o ataque em vitória na estreia por 1 a 0 | foto: Rosiron Rodrigues / Goiás

Victor Pimenta

O Goiás conseguiu em sua estreia na temporada 2021, com sua primeira vitória diante do Goianésia na noite desta quarta-feira (3/2) pelo placar de 1 a 0, marcado pelo volante Madison. A equipe esmeraldina que não enfrentou o Iporá na rodada de estreia, soube suportar a pressão do time do interior e fazer o bom resultado dentro de casa.

Sabendo que o elenco esmeraldino nesta temporada tende a ser a grande maioria jogadores formados nas categorias de base do clube, na vitória diante do Goianésia por 1 a 0, o gol saiu em uma cobrança de falta de Figueira, que teve a conclusão de cabeça de Madison. Na partida, somente o goleiro Tadeu e o zagueiro Fábio Sanches não são formados no clube.

“Havíamos falado isso no treinamento de ontem para iniciarmos o campeonato, apesar de estar na segunda rodada embora não estreamos na primeira rodada e é importante vencermos no primeiro jogo e vencer em casa, apesar de termos dois atletas mais experientes [Tadeu e Fábio Sanches], aproveitamos bem, os atletas sentiram um pouco de dificuldade, apenas com algumas tomadas de decisões erradas”, disse Augusto César.

Com um elenco formado por jovens e ainda buscando novos reforços no mercado, o Goiás vai se virando com o que tem e para isso, Augusto César então iniciou a partida com o atacante Samuel improvisado na lateral-direita e com Índio no ataque, mas logo fez com que invertesse as posições dentro de campo ainda na primeira etapa e falou mais sobre essas mudanças.

“É importante frisar que foram coisas que fizemos nos treinamentos, necessitamos de tempo e o pouco tempo que temos dentro do campo, dá para fazer algumas improvisações e algumas situações até devido a nossa situação de não termos tanto tempo e de os atletas e pela idade deles, errar em algumas situações, tomar algumas decisões erradas, então já tenho que estar preparado para isso quando acontece no jogo. Já era esperado algumas substituições, alguma troca, mas era importante frisar também que eles eram bastante cientes dos nossos sistemas, como nós jogamos e nossas movimentações, apesar de algumas falhas e tomadas de decisões erradas”, ressaltou o treinador.

No próximo domingo (7/2), o Goiás volta a campo para a terceira rodada do Campeonato Goiano 2021 e de cara a equipe enfrenta no estádio da Serrinha, o clássico diante do Vila Nova. Para o confronto em questão, o treinador terá a volta do goleiro Marcelo Rangel, que ficou ausente nos dois últimos jogos devido a uma lombalgia.

“Importante demais e mais um atleta experiente no nosso grupo e o torcedor está vendo a situação do clube e há muita transparência aqui no clube e isso é importante do torcedor está junto conosco, com nossa diretoria e com nossos atletas e sabe das nossas limitações. Quanto mais atletas experientes estiver no nosso grupo, melhor para a gente e essa confiança nesse primeiro resultado para a gente”, concluiu o profissional. 

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar