A PHP Error was encountered

Severity: Notice

Message: Use of undefined constant v - assumed 'v'

Filename: controllers/noticia.php

Line Number: 85

GASTRONOMIA - ONU ressalta refeição saudável no Dia Mundial da Alimentação
Quarta-feira, 13 de novembro de 2019
GOIÂNIA-GO
{{tempo.temperatura}}°

Gastronomia

ONU ressalta refeição saudável no Dia Mundial da Alimentação

Postado em: 16-10-2019 às 17h05
A data é comemorada nesta quarta-feira (16) e houve ações pelo mundo de consumo consciente, cuidados com a obesidade e o combate a fome – Foto: reprodução.

Nielton Soares

O Dia Mundial da Alimentação é comemorado nesta quarta-feira (16) e o tema escolhido para a data foi “nossas ações representam nosso futuro: dietas saudáveis para um mundo fome zero”. Isso para firmar a relação entre garantia da segurança alimentar, nutrição e produção de alimentos com sustentabilidade e qualidade.

Para promover esse dia, a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO), internacionalmente, organizou uma cerimônia na própria sede, em Roma, onde produziu e difundiu materiais de como adotar práticas alimentares mais adequadas.

Na cerimônia, o diretor-geral da FAO, Qu Dongyu, ressaltou a responsabilidade de todos os setores para promover hábitos mais saudáveis, visando o progresso de dietas com colaboração de governos, sociedade civil, organizações, centros de pesquisa, indústria alimentícia e consumidores.

Já o secretário-geral da Organização das Nações Unidas, Antônio Guterres, publicou no Twitter que 155 milhões de crianças estão em condição de má nutrição crônica e isso traz consequências para toda a vida delas.

Fome e obesidade

O papa Francisco divulgou também por redes sociais uma mensagem que “a batalha contra a fome e desnutrição não vai terminar enquanto a lógica do mercado prevalecer e os lucros forem perseguidos a qualquer custo.

O último relatório da FAO mostra que a fome afetava, em 2017, 821 milhões de pessoas em todo o planeta e apresenta uma melhoria declinante, sendo apanhado desde 2005, quando foram constatados 947 milhões de desnutridos no mundo. Em 2015, eram 785 milhões e subiu em 2010 para 820 milhões. 

A América Latina teve um movimento, saindo de 8,1 milhões de pessoas em 2010 para 5,3 milhões em 2015 e voltando aos 5,7 milhões em 2018. No Brasil, 2,5% da população estão na situação considerada de fome, constata o relatório.

Em relação à obesidade, foram identificadas mais de 670 milhões pessoas (13,3% da população mundial em 2016). A estimativa da organização é que até 2025 o número chegue a 50% de todos os habitantes do planeta. No Brasil, um em cada cinco brasileiros será acometido, taxa considerada acima da média mundial. 

Orientações

A FAO disponibilizou nos canais de comunicações e redes sociais dicas de alimentação saudável. Dentre às quais, a inclusão de mais verduras, frutas e grãos nas dietas diárias; cortando açúcar, gorduras, temperos processados e sal. Além de trocar comidas processadas (arroz) por outras opções, como o arroz integral e optar por gorduras não saturadas (abacate ou amendoin), em vez de produtos saturados. Nesse sentido, preferir também adquirir alimentos de produtores locais e reduzir o consumo de carnes vermelhas, mudando o hábito para refeições vegetarianas ou ricas em verduras e legumes.

No Brasil, foram organizados eventos pelo escritório da FAO sobre a alimentação saudável. Em Brasília, houve um debate com a nutricionista e apresentadora Bela Gil, que está à frente de programas que promovem hábitos saudáveis. A comunicadora ressaltou a dieta sobre os impactos diretos na saúde da população, o que vem ocasionando doenças e mortes.

Com informações da Agência Brasil 

 

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar