Terça-feira, 10 de dezembro de 2019
GOIÂNIA-GO
{{tempo.temperatura}}°

Gastronomia

Conheça 6 pratos tradicionais e saborosos de origem africana

Postado em: 20-11-2019 às 17h00
Para evidenciar ainda mais a nossa culinária e celebrar o Dia Nacional da Consciência Negra, selecionamos 6 receitas deliciosas de origem africana que caiu no gosto dos brasileiros - Foto: Divulgação

Leandro de Castro

Além das belezas naturais e riquezas culturais, o Brasil também é reconhecido internacionalmente pela sua saborosa e diversificada culinária. Com influência europeia, indígena e africana, a gastronomia brasileira é uma das mais ricas do mundo, agradando os diversos tipos de paladares, dos mais simples aos mais refinados. 

Para evidenciar ainda mais a nossa culinária e celebrar o Dia Nacional da Consciência Negra, comemorado nesta quarta-feira (20), selecionamos 6 receitas deliciosas de origem africana que caiu no gosto dos brasileiros e que fazem sucesso em todas as regiões do país.

1- Feijoada

O brasileiríssimo prato se originou nas senzalas. Enquanto os melhores cortes da carne iam para a mesa dos senhores de engenho, os escravos ficavam com as “sobras” da carne, como pés, orelhas, linguiça e carne seca, que eram cozinhados com feijão preto em um grande caldeirão, surgindo assim: a feijoada!

Harmonize com: Espumantes leves e frescos e tintos encorpados de boa acidez (espumante rosé, Tempranillo, tintos portugueses).

2 - Acarajé

O acarajé é um dos pratos mais típicos da Bahia, foi inventado a partir da massa de feijão fradinho, cebola, sal e azeite de dendê. Ele ainda pode ser servido com a pimenta baiana, camarão seco, vatapá ou caruru.

Harmonize com: Um aromático Torrontés de Salta, na Argentina, cairia muito bem; além de um White Zinfandel.

3 - Cuscuz

Prato típico africano que teve origem em Maghreb, no norte da África. Geralmente, era produzido com sêmola de cereais (que podia ser polvilho, milho, trigo, farinha ou mandioca). 

No Brasil, existem vários tipos de cuscuz, mas o tradicional é feito com farinha de milho que pode ser temperada com sal e outros ingredientes e depois disso ele é cozido no vapor. Pode-se consumir depois de pronto com leite, leite de coco, adicionar ou não açúcar, dentre outros ingredientes.

Harmonize com: Tintos como Merlot e Cabernet Sauvignon, que possuam toques herbáceos.

4 - Quibebe

O quibebe é uma espécie de purê de abóbora e que serve como acompanhamento para carnes em geral. O termo quibebe é originário da língua africana quimbundo, falada no noroeste de Angola.

Apesar de sua versão mais popular ser feita com abóbora, o prato também pode ser preparado com mandioca - sendo esse mais popular na região Sudeste do Brasil, como nos estados do Rio de Janeiro e de Minas Gerais. 

Harmonize com: Tintos de corpo médio a leve, de preferência com toques terrosos (Sangiovese e Merlot).

5 - Farofa

A farofa, do quimbundo “falofa” também teve sua origem na era colonial, após o plantio da mandioca, grande responsável pela iguaria. Popular no Brasil, ela acompanha carnes assadas e suas receitas e até mesmo a tradicional feijoada. 

6 - Abará

O nome é estranho, mas você provavelmente já comeu sem saber. O abará nada mais é do que o bolinho de origem afro-brasileira, feito de feijão-fradinho, e embrulhado em folha de bananeira cozida em água.

Ele pode ser apreciado com recheio de camarão, ou até mesmo incorporado a massa.

Harmonize com: Assim como no acarajé, opte por um aromático Torrontés de Salta ou um White Zinfandel.

 

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar