18 de setembro de 2018 - terça-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Mulheres
Dermatologia
06/03/2018 | 08h00
Muito além da aparência
Na ‘semana da mulher’, presidente da SBD-GO dá dicas de como cuidar da pele, dos cabelos e das unhas

A mulher de hoje está mais atenta à saúde – e com a pele, os cabelos e as unhas não é diferente. Nesta semana em que é comemorado o Dia Internacional da Mulher, o presidente da Sociedade Brasileira de Dermatologia – Regional Goiás (SBD-GO), Adriano Loyola, ensina como cuidar dessas partes do corpo para manter estruturas saudáveis e, consequentemente,ter uma boa aparência.


Pele

Para Loyola, não existe idade ideal para começar a se cuidar. No caso da pele do rosto, por exemplo, o importante é mantê-la saudável. “Para isso, cuidados de rotina são imprescindíveis: usardiariamente filtro solar; manter a pele limpa, retirando sempre os resíduos, principalmente a maquiagem, e manter o rosto sempre hidratado. Essas são medidas básicas para manter a beleza cutânea facial”, explica o dermatologista, que completa: “O tratamento ideal depende das necessidades especiais de cada pele, e o ponto chave é sempre a prevenção. É imprescindível consultar seu dermatologista regularmente, prevenir-se do sol, alimentar-se bem e ingerir muito líquido”.

Independentemente da idade, joelhos e cotovelos possuem pele enrugada e cheia de dobras para proteger as articulações e garantir a amplitude dos movimentos. Também têm menos glândulas sebáceas, que produzem o óleo natural que lubrifica a pele. A consequência é o alto ressecamento, que piora com vento, ar seco e banhos quentes. O ideal, para Loyola, é fazer tratamento intensivo:“Aplique diariamente produtos com dosagem alta de ureia (cerca de 20%). Outros ingredientes, para hidratar e amaciar, são bem-vindos: óleo de amêndoa, ácido láctico, lactato de amônia e alantoína”.

Sobre a limpeza da pele, diariamente em casa, o especialista aconselha: “Use sabonete específico para o seu tipo de pele e complete com um tônico facial. E atenção: sabonete esfoliante é para ser usado, no máximo, uma vez por semana.Além disso, uma limpeza de pele mais profunda – para tratar acne, por exemplo –  deve ser feita com um profissional, uma vez ao mês ou a cada dois meses, dependendo do tratamento e do tipo de pele”. 

Sobre a hidratação, Loyola garante que a pele será hidratada, verdadeiramente, com a água que bebemos, já que ela é a responsável por mais de 90% da hidratação: “Ingerir dois litros de água por dia é essencial para manter todos os nossos órgãos irrigados e funcionando corretamente, e a pele não foge dessa regra. Não adianta gastar dinheiro com diversos produtos se o mais importante, que é ter uma alimentação equilibrada e beber muita água, não está sendo feito. O que os hidratantes vão fazer é garantir que a água que foi ingerida não evapore, ou seja, forma uma barreira sobre a pele e, assim, evita a perda de líquidos”.


Cabelos

De acordo com Loyola, é necessário cuidados dos fios na hora de lavar:“Para que seu cabelo fique bonito e bem cuidado é importante utilizar somente produtos destinados àquele tipo de cabelo. Não lave os cabelos em água excessivamente quente, e evite lavá-los todos os dias. Sempre remova todo o xampu e condicionador. Prefira sempre água fria, pois ela ajuda a fechar as cutículas e evitar aquele aspecto de cabelo descamado e arrepiado”.

Antes de secar os cabelos, o médico recomenda: “Utilize um produto termo ativo para proteger seus fios dos danos causados pelo calor do secador e da chapinha. Evite secar o cabelo com o secador muito próximo à raiz, deixe-o sempre a 15cm de sua cabeça. Use a chapinha somente se for extremamente necessário e procure não deixá-la por muito tempo no cabelo”.

Para manter os fios fortes e saudáveis e evitar o aparecimento das temidas pontas duplas, o dermatologista orienta cortá-los, “no mínimo, a cada três meses”. Sobre a hidratação, ele lembra: “É necessário fazer hidratações a cada 15 dias para garantir a saúde e o brilho dos fios, e elas devem ser feitas com os produtos adequados para seu tipo de cabelo”. 

De acordo com o especialista, a alimentação influencia também na saúde dos cabelos. “Os alimentos mais indicados para deixar os fios  saudáveis são os ricos em ferro, cobre, zinco, minerais, vitamina B12, biotina, proteínas e iodo. O que deve ser evitado inclui enlatados, refinados e alimentos artificiais”, enumera.

A água é responsável pela hidratação da pele e dos cabelos, por isso, segundo o dermatologista, é essencial beber bastante água e sucos: “Dessa forma, seus cabelos adquirem hidratação natural, que vem do seu organismo, e podem ficar mais macios e brilhosos”.


Unhas

Como são estruturas secas por natureza, as unhas e as cutículas desidratam quando a temperatura cai, e os resultados acabam sendo a descamação e a quebra. Segundo Loyola, o contato com a água, o manuseio de produtos de limpeza e o uso da acetona pioram o quadro. E ele dá a solução: “Invista em hidratantes ou ceras para cutículas. Faça uma massagem na região até o produto ser absorvido. E não se esqueça das luvas na hora de lavar a louça”.

E, por falar em cutículas, o dermatologista adverte: “Essa pequena camada de pele não deve ser removida. Ela forma uma espécie de selo protetor na região e, se for cortada, qualquer trauma pode afetar a raiz e, com o tempo, causar uma série de problemas nas unhas, como amarelamento, manchinhas e ranhuras. É possível manter cutículas bonitas com dermocosméticos que tenham ativos hidratantes e cicatrizantes – como manteiga de carité, glicerina, zinco e manganês”.

Há produtos que podem causar reações ou alergias nas unhas e nas mãos. “Opte por esmaltes antialérgicos ou que tenham no rótulo o selo de dermatologicamente testado. Caso sinta coceira, lesões avermelhadas ou outros sintomas, é importante interromper o uso e procurar um dermatologista, finaliza Loyola”.

 

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)