22 de setembro de 2018 - sábado

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Mulheres
Melodia
08/03/2018 | 17h20
Dupla sertaneja Dyogo e Deluca faz homenagem às mulheres com música
As situações da canção refletem o dia a dia típico das mulheres, que alimentam uma vaidade quase extrema

O Dia da Mulher é muitas vezes marcado por presentes simbólicos, como flores, em especial rosas, e homenagens que reforçam a sensibilidade das mulheres.  A dupla sertaneja Dyogo e Deluca faz sua homenagem a elas com uma música especial: Mil Adjetivos, que incentiva auto-valorização e a beleza natural de cada uma. “Chama a atenção apenas com esse brilho desse seu olhar”, diz o refrão.

As situações da canção refletem o dia a dia típico das mulheres, que alimentam uma vaidade quase extrema: “Três horas no salão, mas olha que bobagem”. O compositor fala também do dilema da falta de roupa pra sair, outra queixa típica do público feminino, mesmo tendo um armário repleto de opções. 

Deluca compôs a música Mil Adjetivos depois de observar as mulheres com as quais convivia. “Percebi que elas gostavam de se arrumar demais, mas, para mim, não precisa de nada disso, ela tem uma beleza natural”, elogia.

O companheiro de dupla, Dyogo, que também contribui com no processo de criação das canções, concorda com a ideia de que as mulheres se cobram demais. “É notório principalmente para nós que vivemos nas baladas e shows noturnos que elas se preocupam muito em estar bem apresentadas. Isso nem sempre é o mais importante, a beleza natural já é suficiente”, diz.  Para Dyogo, esse momento em que as mulheres estão se unindo em prol de um empoderamento coletivo, é importante que “os homens façam a parte deles”. “Estamos declarando nosso respeito por elas. Nossa arte é a forma de dizer isso”.

“A sociedade cobra para que as mulheres estejam sempre bem arrumadas e isso resulta num comportamento exagerado, que envolve gasto com roupas caríssimas, maquiagem e cabelos sempre impecáveis. Essa música empodera a mulher, e mostra que precisamos de pouco para sermos felizes”, finaliza.

Empoderamento feminino através da música

O empoderamento é uma consequência do movimento feminista e, mesmo estando interligados, são coisas diferentes. A consciência coletiva, expressada por ações para fortalecer as mulheres e desenvolver a equidade de gênero resume um pouco do que o que acontece hoje com o termo, que está em alta. Empoderar-se é o ato de tomar poder sobre si. E isso vem se tornando cada vez mais comum no mundo da música, um bom exemplo é a cantora Anitta. Ela lançou vários hits, expandiu sua carreira, e mesmo no auge de sucesso enfrenta muito preconceito. Com tudo ela toma para si a posição de alguém que busca empoderamento e quebra de padrões, tabus e preconceitos.

Foto: Divulgação 

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)