23 de outubro de 2018 - terça-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Mulheres
1918
27/09/2018 | 13h00
Há 100 anos, tomava posse a primeira mulher diplomata do país
Mesmo aprovada em 1º lugar, ela teve o concurso contestado

Há 100 anos, o Ministério das Relações Exteriores dava posse à primeira mulher diplomata da história do Itamaraty. Em 27 de setembro de 1918, a baiana Maria José de Castro Rebello Mendes, foi aprovada em primeiro lugar na então Secretaria de Estado das Relações Exteriores.

A inscrição de Maria José no concurso chegou a ser contestada por setores da opinião pública e virou polêmica na imprensa da época. O ingresso da diplomata só foi possível a partir da intercessão do jurista Ruy Barbosa.

Com o apoio de Ruy Barbosa, Maria José teve a inscrição deferida pelo então ministro das Relações Exteriores, Nilo Peçanha.

Em homenagem ao pioneirismo e à coragem da primeira diplomata brasileira, a Fundação Alexandre de Gusmão (Funag), com apoio do Grupo de Mulheres Diplomatas, promove hoje a Jornada Maria José de Castro Rebello: Um Século de Mulheres Diplomatas no Itamaraty.

O evento, aberto ao público, contará com a presença de representantes do corpo diplomático e da academia, que, além de homenagearem a ação precursora do serviço exterior brasileiro, buscarão discutir o centenário da presença de mulheres diplomatas no Ministério das Relações Exteriores.

 Fonte: Agência Brasil

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)