Domingo, 15 de setembro de 2019
GOIÂNIA-GO
{{tempo.temperatura}}°

Mulheres

Carne vermelha pode aumentar riscos de câncer de mama

Postado em: 15-08-2019 às 16h23
Estudo revela que mulheres que consomem carne vermelha com frequência têm até 23% de chance a mais de desenvolver a doença

Da Redação

A discussão sobre os benefícios em substituir a carne vermelha pela carne branca é antiga, vários especialistas indicam a troca no cardápio alegando evitar diversos problemas de saúde. Agora um estudo recentemente publicado pela International Journal of Cancer (IJC) contatou que as chances de câncer de mama podem aumentar em mulheres que consomem carnes vermelhas.

Os pesquisadores concluíram que mulheres que comem carne branca, como aves, frangoe pato tem 15% menos chance de adquirir a doença, enquanto as mulheres que preferem carne bovina ou suína têm 23% a mais de chances de desenvolver a doença.

“A carne vermelha foi identificada como um provável agente cancerígeno e pode estar associado ao aumento do risco de câncer de mama. Já a carne de frango pode reduzir esse risco”, disse o autor do estudo, Dale Sandler.

Outro estudo realizado em 2014, pela Universidade de Harvard também identificou a carne vermelha como alimento fundamental para o desenvolvimento da doença, se consumido durante o início da vida adulta. 

Em uma pesquisa feita esse ano, pela Universidade de Oxford, na Inglaterra, confirmou mais uma vez que a carne vermelha, em especial, as processadas como salsichas, presunto e bacon, podem elevar o risco de câncer no intestino se consumidos quatro vezes por semana. 

Médicos especialistas indicam variar o cardápio e substituir a carne bovina, suína e os processados por frango, peixe, nozes e leguminosas. O resultado detalhado da pesquisa mostrou que mulheres que consumiram carne vermelha ficaram mais propensas a desenvolver o tipo de câncer de mama, que corresponde a 80% dos casos, em vista das que consomem carne branca.

A conclusão da pesquisa se deu através da análise da dieta e dos métodos de cozimento dos alimentos de 42.012 mulheres com idade entre 35 e 74 anos que nunca foram diagnosticadas com câncer, mas tinham caso da doença em parentesco de primeiro grau. Foram sete anos de estudo e os especialistas constataram que 1.536 casos de câncer de mama invasivo que basicamente é causado pelo armazenamento de gordura.

Os pesquisadores explicam ainda que a carne vermelha tem ativos associados a formação de tumores, como o composto de ferro heme, além de ser rico em gordura e ácido neuramínico. No entanto, os estudiosos não souberam explicar o motivo da carne branca diminuir as chances da doença.

 

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar