Sexta-feira, 29 de maio de 2020
GOIÂNIA-GO
{{tempo.temperatura}}°

Mulheres

Cresce o número de flagrantes de violência contra a mulher

Postado em: 24-04-2020 às 19h20
Isolamento social dificulta proteção às vítimas de violência doméstica - Foto: Getty Images

Juliana Gomes

A coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e familiar divulgou um informe técnico sobre os impactos da política de confinamento domiciliar, em relação a violência doméstica e familiar no Estado de Goiás nesta sexta-feira (23).

De acordo com o informativo, os pedidos de medidas protetivas tiveram uma redução de 32%, nos 30 primeiros dias de isolamento social se comparados aos 30 dias anteriores. Em relação ao mesmo período do ano passado, a queda foi de 38%.

Mas um dado preocupante é o número de flagrantes, que tiveram um um aumento de 17% se comparado ao mesmo período do ano passado. Onde fica visível  que, durante o período de distanciamento social obrigatório por causa da pandemia de Covid-19, houve aumento nas situações de emergência.

Segundo o juiz Vitor Umbelino, que também é vice coordenador da Coordenadoria da mulher, não há dúvidas de que o período de quarentena é um obstáculo para que as mulheres denunciem e peçam proteção. O magistrado ressalta que a situação é preocupante e precisa de medidas eficazes para reverter o quadro.

Ele ainda destaca a importância de campanhas educativas  para que as mulheres não fiquem em silêncio ao serem submetidas a violência.




 

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar