Domingo, 25 de outubro de 2020
GOIÂNIA-GO
{{tempo.temperatura}}°

Mulheres

Mortalidade com câncer de mama é reduzido em 25% com exames de rotina e padrão alimentar

Postado em: 13-10-2020 às 15h00
O câncer de mama é o segundo mais incidente no mundo, ocupando 24% dos casos. - Foto: Reprodução

Ana Julia Borba

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (Inca), o Brasil deve alcançar 66 mil novos casos de câncer de mama entre 2020 e 2022. No mundo o câncer de mama é o segundo mais incidente, a mais de 24% dos casos, ficando atrás apenas do câncer do pulmão.

“A boa notícia é que dois estudos recentemente divulgados apontam que a alimentação e a mamografia de rotina podem reduzir a mortalidade entre mulheres com mais de 40 anos”, afirma a oncologista Danielle Laperche.

O estudo foi realizado durante o período de 20 anos com mais de 160 mil mulheres pela Queen Mary University London, no qual afirma que a rotina de exames com mulheres com acima de 40 anos de idade ajuda a reduzir o câncer de mama. Segundo os autores, a redução de mortes é atribuída pela detecção precoce da doença. Os resultados apontam que mulheres que efetuaram o exame precoce tiveram um índice de mortalidade da doença em 25%.

“Esse estudo é importante porque comprova a redução de mortalidade sem aumento de diagnósticos falsos positivos. Aqui no Brasil, a Sociedade Brasileira de Mastologia preconiza periodicidade anual a partir dos 40 anos, enquanto o governo orienta exames a cada dois anos, a partir dos 50 anos. Um desses padrões deve ser seguido e acredito que o ideal seria a mamografia para mulheres mais jovens, visto que no Brasil elas ocupam um número importante dos casos de câncer”, afirma a oncologista.

Outro estudo publicado pela Journal Of Clinical Oncology (JCO), afirma que a alimentação atinge diretamente as possibilidades de agravação ou aparecimento do câncer de mama. Cerca de 40 mil mulheres foram acompanhadas por um período de 20 anos, com isso a instituição concluiu que adotar um padrão alimentar rico em vegetais, grãos, frutas e legumes diminuem o índice de mortalidade em 15%.

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar