Mulheres

Governo de Goiás homenageia mulheres que atuam na linha de frente do combate à Covid-19

Postado em: 08-03-2021 às 11h38
No Dia Internacional da Mulher, campanha mostra realidade de quem trabalha de forma árdua desde início da pandemia para salvar vidas | Foto: Reprodução

Da redação

O Governo de Goiás, por meio das secretarias de Saúde (SES-GO) e Comunicação (Secom), inicia, nesta segunda-feira (08/03), uma nova campanha para conscientizar a população dos riscos da Covid-19. O vídeo faz uma homenagem às profissionais que atuam na linha de frente do combate à doença por ocasião do 08 de março, Dia Internacional da Mulher. O material mostra a estafa dos que tratam diretamente dos pacientes e alerta para a lotação das Unidades de Terapia Intensiva (UTIs).

A campanha tem o objetivo de mostrar a realidade de quem trabalha de forma árdua desde o início da pandemia para salvar vidas. Por isso, traz o depoimento da coordenadora geral de enfermagem do Hospital de Doenças Tropicais (HDT), Patrícia Lisboa. “O que a gente vê é uma ocupação de 100% dos leitos de UTI. E por mais que você abra 30 leitos, vai continuar sem, se as pessoas não tiverem consciência”, alerta.

A ação lembra o Dia Internacional da Mulher com uma homenagem do Governo de Goiás em agradecimento às profissionais que trabalham na linha de frente da pandemia. Atualmente, são mais de 12 mil mulheres que atuam na saúde pública no Estado. Com o rosto marcado pela máscara de proteção e emocionada, descrevendo a atual realidade nos hospitais, Patrícia Lisboa diz que todos estão trabalhando no limite. “Tá todo mundo exausto, tanto fisicamente, quanto mentalmente. A equipe toda está bem cansada”, detalha. 

Desde o início da pandemia de Covid-19, Goiás já registrou mais de 400 mil casos de infecção pela doença. Já o número de mortos chegou a 8.928 neste domingo (07/03). A realidade se agrava pelo avanço da contaminação gerada pela segunda onda da doença. 

O governo estadual trabalha, diariamente, na abertura de novos leitos. Em agosto do ano passado, Goiás contava com um total de 762 exclusivos para tratamento de pacientes com Covid-19. Deste, 284 eram de UTIs. Em março deste ano o número expandiu para 920 (429 UTI e 491 enfermarias).

Nos próximos dias, esse número vai ser novamente ampliado com a inauguração do Hospital de Enfrentamento à Covid-19 do Centro-Norte Goiano, no município de Uruaçu. A unidade de saúde vai contar com 186 leitos, sendo 68 deles de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), e 118 de enfermaria. Com esse acréscimo, Goiás vai chegar a mais de 1.100 leitos dedicados para casos suspeitos e confirmados da doença. Além disso, a Secretaria de Estado de Saúde também trabalha para abrir novos leitos em Iporá, Jataí e Quirinópolis.

Atualmente, há leitos para pacientes em unidades próprias, conveniadas e contratualizadas em todas as regiões de Goiás. Os leitos estão em Goiânia, Anápolis, Aparecida de Goiânia, Senador Canedo, Santa Helena de Goiás, Luziânia, Porangatu, Itumbiara, São Luís de Montes Belos, Trindade, Catalão, Formosa, Ceres, Caldas Novas, Jataí, Jaraguá, Nerópolis, Mineiros, Rio Verde, e cidade de Goiás. 

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar