14 de dezembro de 2017 - quinta-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Mundo
Equador
20/04/2017 | 06h00
Recontagem confirma vitória de Moreno

O pleno do Conselho Nacional Eleitoral (CNE) do Equador confirmou na última terça-feira (18) que Lenín Moreno, do movimento oficialista Alianza Pais (AP, esquerda), venceu as eleições presidenciais, após uma recontagem parcial de votos do segundo turno. A informação é da Agência EFE.

“Declaramos eleito no segundo turno das eleições gerais de 2017 a chapa presidencial Lenín Moreno Garcés-Jorge Glas Espinel, do AP”, diz a resolução do CNE, lida pelo seu secretário, Fausto Holguín.

A recontagem parcial de votos foi solicitada pelo partido de oposição Creando Oportunidades (Creo, centro-direita), do candidato Guillermo Lasso, que disputou o segundo turno com Moreno e alegou supostas irregularidades em 3.865 urnas, do total de aproximadamente 41 mil, que deram vitória a Moreno, com 51,16% dos votos.

Esse percentual representa 5.062.018 votos, contra 48,84% do opositor Lasso, que teve 4.833.389 votos, explicou Holguín, no Coliseu Rumiñahui, em Quito, onde foi feita a recontagem. Ele informou também que entre os 10.636.008 cidadãos que votaram, 69.436 foram em branco e 670.731, nulos. (Abr) 

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)