22 de novembro de 2017 - quarta-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Mundo
Postos de Controles
14/11/2017 | 08h50
Ataques no Afeganistão deixam 22 policiais e 45 talibãs mortos
Os ataques coordenados contra pelo menos 15 postos de controle da polícia nos distritos de Zerai e Maiwand começaram no final da tarde de ontem e se prolongaram até a madrugada de hoje

Pelo menos 22 polícias e 45 talibãs morreram e outros 15 agentes e 35 insurgentes ficaram feridos em vários ataques a postos de controle na província de Kandahar, no sul do Afeganistão, informou hoje (14) à Agência EFE, uma fonte policial.

Os ataques coordenados contra pelo menos 15 postos de controle da polícia nos distritos de Zerai e Maiwand começaram no final da tarde de ontem e se prolongaram até a madrugada de hoje, disse o porta-voz da polícia de Kandahar, Matiullah Helal.

"Neste grande ataque, os talibãs queriam capturar estes postos de controle situado na primeira linha, mas foram derrotados e obrigados a retroceder", explicou Helal, garantindo que a situação de segurança no momento é normal.

Na ação insurgente coordenada, um carro carregado de explosivos também foi utilizado. Os postos de controle atacados estão na proximidade da fronteira com a província de Helmand, onde os talibãs controlam nove dos seus 14 distritos.

Um membro da administração local, que pediu anonimato, qualificou o ataque de "sério", numa tentativa dos insurgentes de tomar o controle de mais território na província, onde até o momento apenas dominam algumas áreas.

Um porta-voz dos talibãs, Qari Yousef Ahmadi, reivindicou os ataques através de uma mensagem na rede social Telegram, onde elevou o número de polícias mortos para 43, "cujos corpos permanecem no campo de batalha", afirmou. 

Informações Agência Brasil. (Foto: Reprodução)

Tópicos:  Afeganistão,   Talibãs,   Ataques,   Kandahar

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)