23 de abril de 2018 - segunda-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Mundo
Tirania
05/01/2018 | 16h05
Itamaraty confirma prisão de brasileiro na Venezuela
Jovem de 31 anos seria acusado de conspiração contra o governo chavista de Nicolás Maduro

Foi confirmada pelo governo da Venezuela nesta sexta-feira (5) ao Ministério das Relações Exteriores do Brasil a prisão do brasileiro Jonathan Moisés Diniz, de 31 anos. O Itamaraty disse que o rapaz estaria detido em um edifício de segurança na Venezuela – embora não se saiba se em uma prisão ou uma delegacia.

A suspeita é de que Jonathan teria conspirado contra o governo de Nicolas Maduro, acusado pela comunidade internacional de promover uma espécie de ditadura no país. A expectativa é de que o consulado brasileiro obtenha autorização para visitá-lo ainda nesta sexta-feira (5). Os familiares do rapaz, que vivem nos EUA, não tinham informações suas desde o dia 26 de dezembro, tendo descoberto seu paradeiro somente no dia seguinte, após uma transmissão feita na TV estatal venezuelana pelo nº 2 do chavismo, Diosdado Cabello.

Jonathan trabalharia em uma ONG voltada para ações humanitárias. O Itamaraty teria precisado reforçar os pedidos de informações sobre o brasileiro, usando na operação ajuda da Polícia Federal, a Agência Brasileira de Inteligência (Abin) e o Ministério da Defesa.

Foto: Reprodução

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)