Mundo

Faltando 9 dias para saída de Trump, Democratas apresentam novo pedido de impeachment

Postado em: 11-01-2021 às 16h10
Esse é o segundo pedido de impeachment contra o Republicano | Foto: reprodução

Nathan Sampaio

Integrantes do Partido Democrata apresentaram, nesta segunda-feira (11/1), mais um pedido de impeachment contra o presidente Donald Trump. No documento, Trump é acusado de incitar uma insurreição – que culminou na última quarta-feira com a invasão do Capitólio dos Estados Unidos. É o segundo pedido de impeachment do presidente e solicitado pelos Democratas.

Trump, que tem de ceder o cargo para o presidente eleito, Joe Biden, daqui há 9 dias, segundo o pedido de impeachment, teria incentivado as ações violentas contra os representantes do poder legislativo dos EUA pela internet. 

Dentre outros pontos do processo, que é complexo, a ação ainda pode ser contestada por Trump, em uma carta redigida ao Congresso. Além disso, o impeachment, de fato, precisa da aprovação da maioria de dois terços do Congresso- 67 senadores e 290 representantes.

Porém, caso a remoção de Trump aconteça, o processo demoraria e ocorreria apenas depois que ele não fosse mais presidente. Apesar disso, se condenado ao impeachment, o Republicano perderia os benefícios concedidos a ex-presidentes e, até mesmo, seus direitos políticos, algo que nunca aconteceu a nenhum presidente americano após deixar o cargo.

De acordo com a emissora americana NBC, juristas se dividem sobre o caso que deve ser concluído após o fim do mandato. Parte diz que é inconstitucional, parte afirma que seria permitido se passasse pela Câmara antes dele deixar o cargo e um terceiro grupo defende que o impeachment é permitido a qualquer momento.

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar