13 de dezembro de 2017 - quarta-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Política
Opinião
18/04/2017 | 08h00
Coluna Xadrez: CEI das Contas Públicas deve convocar Paulo Garcia

Rubens Salomão

A Comissão Especial de Inquérito (CEI) que investiga as contas públicas da prefeitura de Goiânia entre os anos de 2008 a 2016 ouviu ontem dois ex-secretários de Saúde, na série de convocações temáticas aprovada pelos vereadores. Fernando Machado (2013 a 2016) e Paulo Rassi (até 2010) responderam aos questionamentos, principalmente relativosà estrutura financeira encontrada e deixada pelos ex-auxiliares. O mais questionado foi Fernando, que comandou a área em todo o último mandato do ex-prefeito Paulo Garcia (PT). “Respondi a todos os questionamentos e boa parte do custeamento do sistema de Saúde é feito pela Secretaria de Finanças. Vou encaminhar mais dados aos vereadores”, afirmou o agora secretário de Atenção à Saúde do Ministério da Saúde. “O ex-secretário não convenceu em nada e cada vez mais enxergamos o que causa o rombo financeiro da prefeitura”, aponta o relator Jorge Kajuru (PRP). “Não vou abrir mão de convocar Paulo Garcia e Iris Rezende. Nenhum secretário faz nada sozinho”.

Agenda

A CEI das Contas terá a presença do ex-secretário de Planejamento e Habitação, Sebastião Juruna, e o ex-secretário de Finanças, Jeovalter Correia. Para a próxima segunda-feira (24), as convocadas são Neyde Aparecida e Márcia Carvalho (Educação).

Prazo

Os vereadores que compõem a CEI adiantam que deverá ser necessária a prorrogação do prazo para os trabalhos por mais 60 dias, além do prazo inicial de dois meses.

Poderes discutem sistema penitenciário

O procurador-geral de Justiça, Benedito Torres, se reuniu ontem com o governador Marconi Perillo e com o presidente do Tribunal de Justiça, Gilberto Marques Filho, para discutir a reestruturação do sistema penitenciário do Estado. Um grupo de trabalho formado pelas três instituições vai elaborar uma proposta para ser discutida com a sociedade. “Temos adotado medidas emergenciais que são inócuas no médio e longo prazo, por isso vamos dedicar nosso esforço na construção de um projeto eficaz que promova uma verdadeira reestruturação de todo o sistema”, afirmou o Benedito Torres (foto). O coordenador do Centro de Apoio Operacional Criminal, promotor Luciano Miranda, vai integrar o grupo de trabalho, que terá ainda a participação da juíza auxiliar da presidência do TJ-GO Maria Cristina Costa e o superintendente executivo da Secretaria de Segurança, coronel Edson Costa. “É uma tarefa árdua, diante de um universo de 11.200 detentos e mais de 100 unidades prisionais.Não podemos adiar iniciativa que apresente resultados”, afirmou o promotor.

Justiça mobilizada

A juíza Maria Cristina Costa destacou que o Sistema de Execução Penal é uma preocupação do Tribunal de Justiça. “Temos trabalhado para reduzir presos provisórios e buscado a humanização das penitenciárias e esse diálogo é fundamental”, afirmou.

In loco

Já na próxima semana, o grupo de trabalho vai iniciar uma série de visitas a presídios de outros Estados que têm apresentado resultados acima da média nacional. Os locais e datas serão definidos.

Tramitação

A Assembleia Legislativa recebeu ontem o pedido para abertura de processo penal no STJ contra o governador Marconi Perillo (PSDB). O governador tem prazo de 15 dias para apresentar defesa e depois um relatório será votado em plenário.

Rito seguido

Depois da divulgação da lista, o ministro relator da Lava Jato no STF, Edson Fachin, envia nesta semana os inquéritos à Polícia Federal, para a coleta de provas. Nesta fase é que se confirmam, ou não, as alegações dos delatores da Odebrecht.

Efeito prático

A PF vai ouvir políticos, delatores, e testemunhas para produzir provas sobre as acusações. Além disso, a presidente do STF, Carmen Lúcia, decidiu criar grupo extra de assessoria a Fachin. A Lava Jato passou de 37 para 113 inquéritos depois da lista.

Agora, vai!

O relator da PEC do Teto de Gastos na CCJ da Assembleia Legislativa, Gustavo Sebba (PSDB), apresenta hoje o relatório, com as alterações antecipadas aqui. No entanto, sindicatos e entidades de servidores ainda buscam mais recuos do governo.

Internacional

Embaixador da Suécia no Brasil, Per-ArneHjelmborn, será recebido hoje pelo superintendente executivo de Comércio Exterior da Secretaria de Desenvolvimento Econômico(SED), William O’Dwyer.

Apresentação

O encontro será realizado no Palácio Pedro Ludovico Teixeira, a partir das 10 horas.A intenção é apresentar as potencialidades de Goiás e discutir apoio a investimentos e novos negócios entre Goiás e Suécia. 

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)