14 de dezembro de 2017 - quinta-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Política
Inclusão
11/10/2017 | 19h41
Terceiro Setor é importante instrumento de consolidação da cidadania
Segundo vice-governador durante encontro com membros da Apae, muito já foi feito, mas ainda é possível ampliar ações

Em reunião com os representantes da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), o vice-governador Zé Eliton afirmou que a instituição, bem como todo o Terceiro Setor é importante instrumento de consolidação de ações multiplicadoras da cidadania. Eliton destacou ainda a vertente social do programa de investimentos e anunciou a criação do “Goiás na Frente: Cidadania e Terceiro Setor”.

“Marconi Perillo e eu temos uma visão compartilhada de necessidade de fortalecimento do Terceiro Setor em Goiás e, assim, promover uma desoneração da atuação estatal, na medida em que essas entidades exercem esse papel com muita força”, disse. A iniciativa prevê a ampliação da rede de proteção social, considerada a maior do país e responsável por garantir inclusão social.

Estiveram presentes na reunião o deputado estadual Nédio Leite (PSDB), presidente da Federação das Apaes do Estado de Goiás (Fenapaes), Wagner Benevides Duarte, e o presidente da Apae Anápolis, Hélio José Loes. Eliton ainda disse na ocasião que “cabe ao Estado fomentar, apoiar e desenvolver essas iniciativas, e queremos fazê-lo com maior intensidade. Já fazemos muito, mas é possível ampliar essas ações. Esse é o princípio, escopo do Goiás na Frente Terceiro Setor”.

Representantes da Apae, por sua vez, expuseram demandas da associação, demonstrando preocupação com a inclusão de pessoas com deficiência intelectual e múltipla no mercado. Em resposta, Zé Eliton disse que reconhece as dificuldades frente à ausência de vagas para o perfil: “Vamos discutir a possibilidade de ampliar o programa Jovem Cidadão e acesso ao primeiro emprego, como política perene referente ao ingresso desses assistidos no mercado”. 

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)