22 de novembro de 2017 - quarta-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Política
Campanha Imprópria
14/11/2017 | 10h55
TRE de Goiás mantém cassação de Evandro Magal, Prefeito de Caldas Novas
Além dos políticos, o vice prefeito, o Secretário Municipal de Comunicação e o dono do jornal foram autuados

O Tribunal Eleitoral de Goiás (TER-GO) sustentou na última segunda-feira (13), a decisão de primeira instância, a cassação dos mandados do prefeito de Caldas Novas, Evandro Magral (PP) e seu vice, Doutor Fernando Resende, suspeitos de abuso de poder em campanhas eleitorais em 2016. Os acusados podem ainda, recorrer no TER-GO.

Nas investigações, os dois são acusados de terem pagado anúncios em um jornal local da cidade, que tratavam de obras realizadas pela gestão e inaugurações, o que é proibido pela lei eleitoral.

Além dos políticos, o Secretário Municipal de Comunicação, João Paulo Teixeira foi autuado pelos mesmos crimes. O proprietário do Jornal o É- Notícias, Eric Roberto também foi sentenciado. Já Cleusa Maria Carvalho, da Agência Espaço Nobre Comunicação e Marketing Ltda foi sorvida do processo.

Em esclarecimento publicado em sua rede social, Evandro Magal  disse que respeita a decisão do Tribunal,  porém discorda e enfatiza que a gestão irá recorrer imediatamente, em Brasília. Além de afirmar que os serviços à população não seriam afetados, o político relatou, ainda no vídeo, estar confiante em reverter a situação. 

Com informações Jornal Opção. (Foto: Reprodução)

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)