Quarta-feira, 28 de outubro de 2020
GOIÂNIA-GO
{{tempo.temperatura}}°

Política

Prefeito de Goiânia Iris Rezende quer entregar BRT em outubro

Postado em: 28-03-2018 às 06h00
Prefeito vistoriou as obras do Trecho-Norte ontem e pediu empenho para concluir primeira fase do projeto no aniversário de Goiânia

Lucas de Godoi*


O prefeito Iris Rezende disse que pretende inaugurar a primeira etapa das obras do BRT Norte-Sul no aniversário de Goiânia. A declaração ocorreu na tarde desta terça-feira, enquanto ele vistoriava o canteiro de obras, no Jardim Balneário Meia Ponte. Além do prefeito Iris, estava marcado a presença do ministro das Cidades, Alexandre Baldy, que não compareceu por alteração na agenda de trabalho. 

“Pela minha vontade, pela disposição da Caixa Econômica Federal, espero que a empresa corresponda a nossa expectativa, [porque] nós temos que inaugurar ainda esse ano. Eu espero que até o final da estiagem, ou seja, até o aniversário de Goiânia quem sabe, nós estejamos chamando o ministro e quem sabe até o presidente da República para inaugurar essa obra que deu tanta dor de cabeça à cidade”, prometeu o prefeito. 

Ao justificar a ausência de Alexandre Baldy, Iris sugeriu que ele visite o canteiro na próxima semana. O motivo foi referente a atraso em outro compromisso que o ministro cumpria, na cidade de Valparaíso. Na cidade, Baldy formalizava a entrega de recursos para a construção de projeto do saneamento integrado do Complexo Anhanguera. “O ministro na última hora não conseguiu chegar aqui, estava programada a sua vinda, para anunciar a retomada das obras, mas ele virá aqui brevemente para fazer uma visita e inspecionar o andamento das obras”, falou o preito à imprensa. 

“O ministro Alexandre Baldy teve um papel determinante para a retomada dessa obra do BRT. Nós estamos muito otimistas com a finalização dela”, assegurou a Superintendente da Caixa em Goiás, Marise Fernandes, acrescentando que foi repassado R$ 2,6 milhões para a retomada dos trabalhos. O investimento destinado a este trecho por parte do governo federal somam R$ 140 milhões.

O percurso vistoriado pelo prefeito, de 17 quilômetros, liga o Terminal Recanto do Bosque à Rodoviária de Goiânia. É esta parte que a prefeitura pretende entregar no aniversário da cidade, em 24 de outubro. “Nós temos um cronograma de 24 meses para fazer a conclusão. É da vontade do prefeito Iris, a gente acabou de assistir ele manifestando a vontade de que a empresa, prefeitura, Caixa e Ministério das Cidades estejam juntos para essa conclusão no aniversário de Goiânia. No que depender dos recursos, já estão assegurados”, destacou Marise.

“Eu estou certo de que estão todos preparados para não paralisar mais esse trabalho”, enfatizou o prefeito, mencionando o sucesso no acordo mútuo entre o consórcio responsável pelas obras, prefeitura, Ministério Público, Ministério das Cidades e a Caixa Econômica Federal. 

Iris também falou anteriormente que a gestão municipal não medirá esforços para concluir as obras dentro do prazo divulgado. (*Especial para O Hoje) 


Corredor terá 21,7 quilômetros 

Depois de concluído, o corredor exclusivo do BRT Norte-Sul terá 21,7 quilômetros de extensão e contará com seis terminais de integração - três novos (Correios, Rodoviária e Perimetral), dois reconstruídos (Isidória e Recanto do Bosque), um adaptado (Cruzeiro) e 40 estações de embarque e desembarque.O trecho sudoeste, a partir do Terminal Isidória, na Avenida Quarta Radial, não é mais de responsabilidade do consórcio BRT Goiânia. Essa parte da obra ainda não foi iniciada, porque passará por um novo processo licitatório. 

O BRT foi lançado em março de 2015, com a presença da então presidente Dilma Rousseff (PT). O projeto deverá operar com 93 ônibus, sendo 28 veículos articulados e 65 convencionais. 

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar