Quarta-feira, 30 de setembro de 2020
GOIÂNIA-GO
{{tempo.temperatura}}°

Política

Eleito presidente do Conselho Nacional de Secretário de Saúde

Postado em: 25-04-2018 às 08h55
"Escolheram um gestor focado, muito qualificado, muito centrado no que tem que ser feito", disse Marrconi Perillo em cerimônia

Resultado do reconhecimento da gestão eficiente e inovadora do Governo de Goiás na Saúde, Leonardo Vilela foi empossado nesta terça-feira (24), presidente do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), em cerimônia realizada em Brasília, com a presença de ministros, deputados, senadores, prefeitos e gestores do setor. O secretário de Estado da Saúde de Goiás, nomeado para a função pelo ex-governador Marconi Perillo e mantido pelo governador José Eliton, foi eleito por unanimidade para o comando da entidade, em substituição a Michele Caputo Neto, do Paraná. 

A pedido de José Eliton, Marconi representou o Governo de Goiás na cerimônia de posse do Conass. "Escolheram um gestor focado, muito qualificado, muito centrado no que tem que ser feito. Um gestor que mostrou ter um espírito público muito acentuado por todas as pastas pelas quais passou", afirmou o ex-governador. "É uma alegria estar aqui representando o governador José Eliton. O secretário Leonardo Vilela, se firmou com um grande gestor da nova geração”, disse Marconi.

Entre as autoridades que tomaram lugar à mesa de posse estavam o ministro da Saúde, Gilberto Occhi, o presidente do Conselho Nacional das Secretarias Municipais de Saúde (Conasems), Mauro Guimarães Junqueira, o representante da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) no Brasil, Joaquín Molina; e o presidente do Conselho Nacional de Saúde, Ronald Ferreira dos Santos.

Leonardo Vilela disse que "é uma honra ter sido eleito por unamimidade." Na visão dele, "esta é uma forma de reconhecimento das políticas de saúde que Goiás adotou nos últimos anos, sob o comando do ex-governador Marconi Perillo e do atual governador José Eliton, que se tornaram referência para o Brasil". O cargo já foi ocupado por expoentes da gestão em saúde pública no Brasil, como Adib Jatene (1982-1983), que foi o primeiro presidente do Conass, e Fernando Cupertino, que esteve à frente da entidade na entre 2000 e 2003, durante a primeira e a segunda gestões de Marconi Perillo (1999-2006).

Ao enaltecer a importância do Conass para o País, e parabenizar Leonardo Vilela, o ministro Gilberto Occhi (Saúde) asseverou que "nós temos um compromisso com o Brasil, não com um partido, cor ou bandeira", e que pretende "desenvolver um trabalho conjunto com o Conass, com as secretarias de saúde, prefeitos e governadores para construção de "um SUS cada vez mais forte, buscando ampliar as conquistas".

O novo presidente do Conass disse que assume a tarefa de elaborar um documento para ser entregue em julho, aos partidos que tiverem definido seus candidatos à presidência da República, "para orientá-los nessa área tão importante para a população que é o Sistema Único de Saúde, para que eles se comprometam com essa causa tão nobre". A judicialização da saúde é outro tema que Leonardo Vilela vai discutir com os demais secretários e Ministério da Saúde.

Saiba mais sobre o Conass

O Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) é uma entidade de direito privado, sem fins lucrativos, com sede em Brasília, criada com a missão de fortalecer as secretarias de Saúde de todo o País, no âmbito do SUS, disseminando informações de interesse público, produzindo e difundindo o conhecimento, além de investir na inovação e no incentivo à troca de experiências. "Nós temos o desafio de melhorar a gestão em todos os níveis", salientou Vilela.

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar