24 de abril de 2019 - quarta-feira

Euro R$ {{cotacao.EUR.valor | number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Política
governo
23-03-2019 | 14h10
Caiado agradece as forças policiais em declaração durante a formatura da Rotam
Primeira-dama e governador foram homenageados durante o evento

Da Redação

Demonstrando confiança e certeza de que pode contar com as forças de segurança, o governador de Goiás, Ronaldo Caiado, ressaltou que quer somar com os integrantes da Segurança Pública para manter a governabilidade e o Estado de Direito. “Agora, nesta gestão, quem manda no Estado são as forças constituídas e aqueles que seguem as Constituições Federal e Estadual. Em Goiás, onde houver Estado, vai ter a presença de nossas polícias, interligadas e usando toda inteligência”, afirmou nesta sexta-feira (22/03) durante a formatura de 69 policiais militares que concluíram o 18º Curso Operacional de Rondas Ostensivas Táticas Metropolitanas (Rotam). Caiado foi o paraninfo da turma e a primeira-dama, Gracinha Caiado, a madrinha nos novos Raiados.

Na solenidade, o governador foi homenageado com a Placa de Rotamzeiro Honorário e agradeceu às forças da Segurança Pública por “estar marchando com ele” desde o início do mandato. “Quando tentaram desarticular nosso governo, vocês não ouviram as vozes das viúvas da corrupção. Se mantiveram leais. Sei o que é a mão estendida na hora mais difícil da vida e vocês disseram: vamos acreditar no governador”, afirmou.

Madrinha da turma de formandos, a primeira-dama e presidente da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), Gracinha Caiado, também foi homenageada, recebeu a Braçadeira da Rotam e falou do orgulho que tem pela corporação. “É um batalhão especializado, considerado um dos melhores do Brasil e que atrai muita gente de fora para fazer esse curso. Estou orgulhosa de ser madrinha desses guerreiros determinados e corajosos. Assim como todos os integrantes da nossa polícia, merecem por parte de todos nós e do Estado respeito e consideração”, acrescentou.

Caiado destacou que vem fazendo todo esforço para reconhecer o empenho de todos os envolvidos na Segurança Pública e lembrou que uma de suas primeiras ações no governo foi extinguir a 3º classe das forças de Segurança. “Tenho respeito por vocês que colocam suas vidas à disposição da segurança de nosso povo. Muito obrigado, Polícia Militar, por terem dado sustentação ao nosso governo”, agradeceu.

O 18º Curso Operacional da Rotam teve início com 118 candidatos, entre eles participantes de forças policiais de estados como Amazonas, Pará, Santa Catarina, Mato Grosso e o Distrito Federal. Nesta sexta-feira, 69 concluíram a formação, sendo 55 da PM goiana, que já passam a integrar a Rotam, e outros 14 que retornam aos seus estados de origem. 

O secretário de Segurança Pública, Rodney Miranda, frisou que ser Rotam é uma filosofia de vida e a partir do momento que isso for incorporado pelos militares, ganha a Polícia Militar e muito mais a população. “Espero encontrá-los na rua, prevenindo e combatendo o crime. Desejo que com esse treinamento os senhores ofereçam o dobro, o triplo de proteção à sociedade”, sublinhou.

Homenagem

Na cerimônia de formatura dos novos integrantes da Rotam, o sargento Leandro Caixeta, que morreu em janeiro passado durante um acidente em serviço, foi homenageado pela Turma, batizada com o seu nome. No momento mais emocionante da cerimônia,  o governador Ronaldo Caiado e a Primeira Dama Gracinha Caiado renderam homenagem e cumprimentaram os familiares do Sargento Caixeta. O militar morreu durante um acompanhamento na BR-020, em Valparaíso, no Distrito Federal, quando a viatura que estava capotou. Ontem, Caiado reiterou que pretende encaminhar projeto à Assembleia Legislativa para resguardar familiares de policiais que morrerem durante a execução do trabalho.

Segundo o governador, essa é uma promessa de campanha que está mantida e será cumprida. “A família do policial que morreu em combate, que foi morto em combate, terá do Estado a garantia de sua casa própria e o compromisso do governo de poder sustentar os estudos de seus filhos até que possam também tomar conta das despesas da família. Esse é um respeito que tenho pela minha tropa”, afirmou Caiado. 

(62) 3095-8700