Terça-feira, 25 de fevereiro de 2020
GOIÂNIA-GO
{{tempo.temperatura}}°

Política

Caiado valoriza ações do governo e explica fusão de escolas

Postado em: 17-01-2020 às 14h37
Segundo o governador, a medida foi tomada a partir de estudos de consultoria, que constatou unidades com menos de 50% de ocupação de alunos – Foto: Júnior Guimarães

Da Redação

O governador Ronaldo Caiado (DEM) afirmou, nesta sexta-feira (17), que não faltará sala de aula aos estudantes de Goiás, ao explicar sobre a unificação de escolas da rede estadual, durante entrevista ao programa “Fala Goiás em Rede”, da Rádio Brasil Central. O governo tomou a decisão após análise de uma consultoria que constatou 22 unidades escolares com números inferiores de alunos, a maioria com menos de 50% de vagas ocupadas no ano passado.

A partir disso, o intuito do governo é que as escolas unificadas passem a funcionar em tempo integral.  “Nós queremos resgatar a autoestima da escola. Quando você melhora o ambiente, a qualidade de ensino e evolui para uma escola em tempo integral, você está investindo corretamente o dinheiro [público] no resultado do aluno”, ressaltou Caiado.

Segundo o governador, a fusão de escolas irá otimiza os recursos públicos e garantir a todos os alunos da rede a melhoria constante da qualidade de ensino. Ele citou o exemplo do município de Fazenda Nova, onde o Colégio Estadual Tiradentes, com capacidade para atender 434 alunos, contou com apenas 126 estudantes em 2019. A 700 metros da unidade está a Escola Estadual Professor Alfredo Nasser, para onde os alunos foram transferidos para o ano letivo deste ano.

“Não vai faltar sala de aula para ninguém no Estado de Goiás”, assegurou Caiado, acrescentando que em dezembro de 2019, o governo destinou quase R$ 27 milhões, dentro do programa Reformar Goiás (Recurso Estadual de Fomento, Organização, Reforma, Modernização e Adequação da Rede), para a manutenção predial e a realização de pequenos reparos na estrutura física de 909 unidades educacionais da rede. “Dia 3 de fevereiro, vamos, meus secretários e eu, entregar uniformes para todos os alunos do Estado. Serão uniformes para a sala de aula e para a Educação Física”, contou.

Ensino integral

Goiás conta com 151 escolas de ensino em período integral e o governo pretende adotar esse formato para outras 24 unidades, por meio de convênio com a União. “Nesta semana, o Governo Federal estabeleceu um convênio com Goiás de mais quatro escolas de período integral, pelas referências das mudanças que nós fizemos no Estado”, comentou o governador.

Segundo ele, Goiás recebeu ainda um repasse de verba do Ministério da Educação para ampliação das salas na região do Entorno, além da instalação de mais quatro escolas cívico-militares. “Esse é um processo de revolução no Estado de Goiás e um direcionamento para avançarmos a passos largos para a educação em período integral”.

Crise energética

Outro assunto abordado foi acerca da crise energética, Caiado defendeu novamente a troca do controle da concessão da distribuição de energia elétrica da Enel para a portuguesa EDP, empresa que opera no Espírito Santo e já demonstrou interesse em atuar no Estado. “Hoje a Enel já não goza de nenhuma credibilidade junto ao Estado”, observou.

O governador destacou que conta com o apoio do Governo Federal para a transição, que seria feita por meio de troca de ativos. Uma audiência com o presidente Jair Bolsonaro e com o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, já foi solicitada por Caiado, que pretende anunciar oficialmente o interesse da EDP na negociação.

Outros temas

Caiado comentou também sobre o superávit do ano de 2019 com superávit no Ipasgo e o crescimento do setor industrial em Goiás. “Isso mostra gestão, transparência e honestidade no gasto público”, frisou.

Acerca da saúde, o governo falou sobre o projeto de regionalização do sistema de saúde que segue em fase de implantação, assim, como a primeira Policlínica de Saúde do Estado, que está sendo instalada na cidade de Posse, cuja inaugurada acontece em fevereiro.  

 

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar