Sexta-feira, 29 de maio de 2020
GOIÂNIA-GO
{{tempo.temperatura}}°

Política

Governo Bolsonaro pretendia alterar bula da cloroquina, diz Mandetta

Postado em: 21-05-2020 às 16h00
Segundo o ex-ministro, a intenção era acrescentar na recomendação do medicamento a indicação para tratamento da Covid-19 – Foto: Reprodução.

Nielton Soares

O presidente Jair Bolsonaro é novamente acusado de interferência, dessa vez no Ministério da Saúde (MS). O ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta comentou, durante entrevista a Globo News, que o Governo Federal quis mudar a bula do medicamento cloroquina, incluindo indicação para tratamento da Covid-19.

O ex-ministro contou que a alteração da bula seria por meio de decreto assinado pelo próprio presidente. “Eu me lembro de quando, no final de um dia de reunião de conselho ministerial, me pediram para entrar numa sala e estavam lá um médico anestesista e uma médica imunologista, que estavam com a redação de um provável ou futuro, ou alguma coisa do gênero, um decreto presidencial”, relatou.

Mandetta acrescentou ainda que a ideia era realmente “alterar a bula do medicamento na Anvisa, colocando na bula indicação para covid-19”. Segundo ele, estava na reunião também representantes da Advocacia Geral da União (AGU) e o presidente da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), Antonio Barra Torres. “O próprio presidente da Anvisa se assustou com aquele caminho, disse que não poderia concordar”, lembra o ex-ministro.

 

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar