13 de dezembro de 2017 - quarta-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Ser Do Bem
Ser do bem
13/06/2017 | 08h35
Dança anima idosos em unidade da OVG
Na pista de dança, participantes da atividade vêem a prática desse exercício não apenas como forma de lazer e entretenimento, mas como opção para quem quer descontrair e fazer novas amizades

Passos marcados, boas risadas e novos laços de amizades fazem parte das Oficinas de Dança do Centro de Convivência de Idosos Norte Ferroviário, da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG). As aulas são gratuitas e acontecem toda terça-feira pela manhã e sexta-feira, à tarde. No repertório rock in roll, forró, bolero e valsa animam a turma, predominantemente feminina, que transborda bom humor.

Na pista de dança, participantes da atividade vêem a prática desse exercício não apenas como forma de lazer e entretenimento, mas como uma excelente opção para quem quer descontrair e fazer novas amizades. Frequentadora fiel da Oficina de Dança, a aposentada Ariolita Ferreira Batista, de 82 anos, conta que é viúva, mora sozinha e que a dança lhe proporciona interação com seus colegas e a tira da solidão. “A dança me possibilita momentos de muitas alegrias. Me faz sentir melhor de saúde e me traz amizades maravilhosas”, completa. 

A aposentada Terezinha de Souza Santos, de 77 anos, comenta que sua vida só melhorou depois que começou a frequentar o Centro de Convivência de Idosos Norte Ferroviário. Na unidade, ela participa do Coral e da Oficina de Dança. “Música é minha paixão. Tenho quatro filhos, sete netos e sete bisnetos. Todos cuidando de suas vidas. Então, eu cuido da minha com alegria, disposição e novas amizades aqui no centro de convivência”, diz. Com bom humor, dona Terezinha brinca que já é quase uma “dançarina profissional”. “Isso aqui é bom demais. A dança me relaxa, me traz vida”, completa.

Bem-estar e qualidade de vida

Mauro Mendes da Silva, professor da Oficina de Dança, afirma que a atividade estimula a melhoria na qualidade de vida no público que alcançou a terceira idade, proporcionando a socialização e a descontração. “A dança é uma atividade que auxilia na eliminação de doenças como a depressão, estimula o início de novos laços de amizade, além de ser uma ocupação que proporciona lazer para eles”. Segundo o professor, é gratificante propiciar bem-estar aos idosos. “Eles possuem muita disposição. São disciplinados e, às vezes, me surpreendem superando o que poderia ser uma limitação”.

O centro de convivência

O Centro de Convivência de Idosos Norte Ferroviária oferece atividades gratuitas para pessoas com 60 anos de idade ou mais. É um espaço de socialização que valoriza a terceira idade permitindo a troca de experiências e o exercício do corpo de da mente. O espaço oferta: Oficina de Dança, coral, teatro e teclado, contação de histórias, inclusão digital (noções de digitação, edição de texto e internet), atividades laborativas e reciclagem, treinamento funcional e pilates. O atendimento conta com equipe multidisciplinar, formada por pedagogo, assistente social, psicólogo e educador físico. Mais informações nos telefones (62) 3201-9701 / 3201-9704. (OVG)

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)