19 de janeiro de 2018 - sexta-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Ser Do Bem
Ser do Bem
23/12/2017 | 06h00
Psiquiatra do hospital público presta assistência a dependentes químicos
O Esquadrão Resgate fica no município de Pirenópolis e desenvolve um trabalho de acolhimento e tratamento de dependentes químicos

As ações das equipes do Hospital Estadual de Pirenópolis Ernestina Lopes Jaime (HEELJ) continuam a ultrapassar os limites da Unidade indo até quem mais precisa. Desta vez, a equipe do Programa HEELJ Mais Perto de Você esteve na Casa de Recuperação Esquadrão Resgate. Sob coordenação do psiquiatra Fábio Brockestayer, foram realizadas consultas durante toda a sexta-feira, dia 15 de dezembro, além de encaminhamentos para exames. O Esquadrão Resgate fica no município de Pirenópolis e desenvolve um trabalho de acolhimento e tratamento de dependentes químicos.

Falando sobre o atendimento àqueles que estão em recuperação, o psiquiatra acredita que a Casa tem realizado um bom trabalho, visto a porcentagem de pacientes que demonstraram real vontade de recuperação. Brockestayer também ressalta a boa interação entre os profissionais e os pacientes. “Ali podemos ver pessoas com experiências interessantes, histórias de vidas bem diferentes e tempo de tratamento diferente também”, comenta.

Segundo Fábio Brockestayer, nem todos se mostram tão receptivos. “Há também os incrédulos, uma pequena minoria. Vemos que são aqueles que não admitem sua real condição”, analisa. De toda forma, para ele o atendimento em uma entidade como o Esquadrão Resgate possibilita compreender melhor as dificuldades que dependentes químicos enfrentam. “O apoio e a estrutura familiar é fonte para o sucesso do tratamento”, defende.

Desde novembro, o Hospital Ernestina Lopes Jaime tem desenvolvido o Projeto HEELJ Mais Perto de Você levando atendimento especializado a diversas entidades de apoio a pessoas em situação vulnerável. São crianças, idosos e dependentes químicos, nos 10 municípios que compõem a regional Pireneus. 

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)