20 de agosto de 2018 - segunda-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Ser Do Bem
Cremic
14/05/2018 | 09h15
Projeto para pacientes com câncer oferece terapias alternativas
O projeto será lançado no dia 22 de maio, às 9 horas, durante palestra informativa sobre o estudo

Indivíduos em tratamento de câncer de mama e de próstata terão a oportunidade de usufruir dos benefícios de diversas terapias integrativas para melhoria do seu bem-estar e qualidade de vida. O Centro Estadual de Referência em Medicina Integrativa e Complementar (Cremic) da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO), em parceria com o Instituto Brasileiro de Medicina e Saúde Integrativa em Oncologia (Isionco), vai desenvolver um projeto de pesquisa inovador com o propósito de avaliar a eficácia do Protocolo de Bem-Estar Integrativo no Cuidado do Câncer, desenvolvido e validado pelo Isionco, como complemento ao tratamento convencional.

O projeto será lançado no dia 22 de maio, às 9 horas, durante palestra informativa sobre o estudo, a ser ministrada pela Dra. Carla Valéria Rodrigues, diretora geral do Isionco. As pessoas interessadas em participar do projeto, como pacientes e familiares, estão convidadas a comparecer à palestra para informações, triagem e realização das inscrições.

A farmacêutica Renata Kelly Nascente Carneiro, coordenadora de Ensino e Pesquisa do Cremic, informa que para participar do projeto de pesquisa é imprescindível que os candidatos tenham no mínimo 18 anos e estejam realizando o tratamento convencional do câncer. O estudo tem a meta de acompanhar 90 mulheres que estão em tratamento para o câncer de mama e 90 homens que fazem tratamento para o câncer de próstata. Entre as terapias a serem oferecidas gratuitamente aos participantes do projeto de pesquisa estão acupuntura, auriculoterapia, meditação, massagem, reiki, musicoterapia, Ioga, psicologia, florais, oficinas de bem-estar, entre outras.

O projeto terá a duração de seis meses. Renata Carneiro informa que o projeto representa uma importante inovação no país, além de uma nova frente de atuação do Cremic no uso das práticas integrativas associado à pesquisa clínica. A coordenadora de Ensino e Pesquisa do Cremic destaca que as terapias e práticas integrativas são complementares ao tratamento convencional, com comprovação científica da sua segurança e eficácia e que abordam o ser humano de forma integral (físico, mental, emocional, social e espiritual). 

Tópicos:  Câncer,   Tratamento,   Terapia,   Cremic

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)