14 de novembro de 2018 - quarta-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Ser Do Bem
Pequenos Craques
08/10/2018 | 11h00
Jogadores do Goiás recebem crianças com necessidades especiais
O evento chamado “Pequenos Craques, Futebol Especial”, será realizado das 17h30 às 19h30, no Estádio da Serrinha

Da Redação

Nesta segunda -feira (8), mais de 50 crianças com necessidades especiais irão ao Estádio da Serrinha em Goiânia, para um dia cheio de brincadeiras, lanche, brindes, jogo de futebol. O evento terá a presença dos atletas do Goiás, que promoveram ainda uma sessão de autógrafos para todas as crianças. O evento chamado "Pequenos Craques, Futebol Especial", será realizado das 17h30 às 19h30.

A ideia partir da psicóloga Maria Paula Chaim, do espaço terapêutico "Caminhando pela Infância", que atua com o modelo de tratamento DIR/Floortime, a iniciativa foi prontamente acolhida pela direção do time esmeraldino. "Vamos proporcionar um dia diferente para dezenas de crianças que têm algum diagnóstico de atraso no desenvolvimento, como autismo, síndrome de down, paralisia cerebral, apraxia da fala, entre outros. Vai ser um momento de lazer e descontração, em um ambiente totalmente lúdico e adaptado para as crianças", explica Maria Paula.

O evento já conta com o apoio de 11 empresas, instituições e profissionais liberais goianos, além de 30 voluntários. "Nosso intuito não é promover um jogo de futebol como numa escolinha, mas sim incentivar a interação social e estimular as habilidades das crianças. É uma oportunidade também para as famílias trocarem experiências", complementa a psicóloga. "Sabemos como o esporte é uma ferramenta importante no processo terapêutico das crianças".

Modelo de intervenção terapêutica DIR/Floortime  

Desenvolvido nos EUA pelo psiquiatra e pediatra Stanley Greenspan e pela psicóloga Serena Wieder, na década de 1980, com a finalidade de formar os alicerces essenciais para o desenvolvimento da criança, a partir da validação dos relacionamentos e dos vínculos afetivos. O modelo DIR apresenta três pilares para o progresso de toda criança: D – níveis de desenvolvimento funcional e emocional; I – diferenças individuais; e R – relacionamentos. 

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)