Quinta-feira, 28 de maio de 2020
GOIÂNIA-GO
{{tempo.temperatura}}°

Xadrez

Ibaneis denuncia omissão de Caiado no Entorno de Brasília

Postado em: 15-05-2020 às 06h00
“O secretário [Ismael Alexandrino] deles sequer nos respondeu. É uma pena, porque temos os recursos e as condições para poder ajudar de forma rápida, mas desde que se tratem por lá", disse o governador do DF| Foto: Divulgação

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), definiu ontem que não adianta cidades goianas do Entorno de Brasília ambulâncias com pacientes de covi-19 à capital federal, porque os casos serão devolvidos. O governador aponta omissão por parte da Secretaria de Saúde de Goiás no tratamento dos infectados na região e que esta ausência estaria sobrecarregando o sistema de saúde do DF. “Estou absolutamente disposto a ajudar as cidades do Entorno com recursos e estrutura, mas estes pacientes devem ser tratados em suas cidades, ou na capital deles, que é Goiânia, e não Brasília. Temos os nossos doentes para cuidar e, para isso, estamos preparados”, define. “O secretário deles sequer nos respondeu. É uma pena, porque temos os recursos e as condições para poder ajudar de forma rápida, mas desde que se tratem por lá. Não vamos mais receber paciente de Goiás”.

Exemplo

O governo do DF cita a situação, cada vez mais preocupante, de Valparaíso de Goiás, onde os casos sofreram aumento de 7 para quase 50, desde os decretos estadual e municipal de flexibilização de atividades.

Ação e reação

Depois do anúncio do fechamento por Ibaneis e a falta de resposta do governo goiano, Ronaldo Caiado (DEM) afirmou buscar contato com o DF. Segundo o governador, o momento é de “solidariedade”.

Ligação direta

Antes da reação de Caiado, a equipe do governo de Ibaneis já procurava os prefeitos das cidades do entorno do DF para oferecer apoio diretamente aos municípios.

Proximidade

O líder da oposição da Assembleia Legislativa, Talles Barreto (PSDB), criticou o fato de que o governador Ronaldo Caiado estaria “virando as costas” para segmentos historicamente aliados: os agropecuaristas e donos de hospitais.

Tem conversa?

O tucano cita nota a Associação dos Hospitais de Alta Complexidade, que afirma não  ter sido ouvida pelo democrata, e a crise econômica que afeta também os produtores rurais. “Ele precisa ouvir e todos continuam reclamando”, discursou.

Sine die

O presidente do MDB, Daniel Vilela, publicou vídeo sobre o recuo de Caiado, que passou a não garantir a publicação de novo decreto de isolamento por conta da falta de convencimento junto aos poderes e segmentos organizados.

Característica pessoal

O ex-deputado disse que “jamais” usará “tragédias para aparecer”, mas afirma que o “autoritarismo” e “vaidade exagerada” de Caiado agora prejudicam o governo e que o novo decreto “não tinha embasamento técnico e saiu apenas da cabeça dele”.

Solidão

O governador, no entanto, afirma que continuará com reuniões para encontrar “uma solução onde todos possam contribuir e assumir responsabilidades”.

CURTAS

- O vereador Gustavo Cruvinel (MDB) assumiu a presidência da Subcomissão de Sustentabilidade do Plano Diretor.

- Projeto do deputado Vinícius Cirqueira (Pros) prevê vans e micro-ônibus para transporte alternativo em Goiânia.

- A Secretaria de Economia tornou públicas as notas de compras do governo estadual durante a emergência da pandemia.

 

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar