Sexta-feira, 29 de maio de 2020
GOIÂNIA-GO
{{tempo.temperatura}}°

Xadrez

Empresas e CMTC cobram estado sobre empréstimo

Postado em: 21-05-2020 às 06h00
A saída, no entanto, ainda depende da definição de detalhes a partir de resposta, ainda inexistente, da gestão de Ronaldo Caiado (DEM)| Foto: Divulgação

Depois da rejeição no STF do plano emergencial apresentado pelo governo estadual, o prejuízo causado pela crise relativa à pandemia de coronavírus deverá ser solucionado por meio de negociação administrativa, sem mediação da Justiça. Neste cenário, ganha peso a proposta feita pela Secretaria de Finanças de Goiânia, para empréstimo de R$ 100 milhões às empresas do setor, via Goiás Fomento, como antecipado pela Xadrez. A saída, no entanto, ainda depende da definição de detalhes a partir de resposta, ainda inexistente, da gestão de Ronaldo Caiado (DEM). “A ideia é positiva, mas é preciso saber de fato quais serão as condições para o empréstimo”, explica o presidente do Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo (SET), Adriano Oliveira. “Ainda não tivemos nenhuma conversa objetiva sobre a proposta. Ainda não sabemos as condições, formas prazo, juros, carência e tudo mais”.

Figura maior

“O empréstimo resolve a emergência financeira, mas é preciso partir para discussão de solução mais ampla, na parte econômica. Por enquanto, é importante evitar que a situação das empresas se agrave na pandemia”, define Adriano.

Campeão de gastos

Líder entre os 17 deputados federais goianos em utilização dos recursos da cota parlamentar, Alcides Ribeiro (PP), soma despesas de R$ 86 mil só entre março e maio.

Presença

O deputado usa argumento que seria válido para quase todos os federais goianos: a necessidade de cobrir uma ampla base eleitoral. Ele disse usar a verba para “manutenção da estrutura de trabalho”.

Convocado

A Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa aprovou, por unanimidade, requerimento do deputado delegado Humberto Teófilo (PSL) para convocação do secretário de Segurança Pública, Rodney Miranda.

À distância

O auxiliar de Caiado será cobrado sobre convocação de 100 aprovados no último concurso para delegado, que expira amanhã. A reunião será remota e Rodney tem 15 dias para anunciar o dia em que a agenda será confirmada. 

Ex-gestor

O Ministério Público pediu bloqueio de bens do deputado Talles Barreto (PSDB) em ação civil pública que busca ressarcir recursos públicos gastos indevidamente quando o tucano comandada a antiga Agência de Esporte e Lazer (AGEL).

Envolvidos

Além dele, dois postos de combustíveis e seus proprietários podem ter de devolver o total de R$ 357 mil. A ação, assinada pelo promotor Fernando Krebs, apurou “danos patrimoniais causados ao erário durante o exercício de 2009”. 

Tá nervoso?

Mesmo reforçando a recomendação para que os goianos fiquem em casa, o governador Ronaldo Caiado rejeitou possibilidade de proibir a pesca no estado.

CURTAS

- O Centro Internacional de Negócios da FIEG realizou live sobre uso da tecnologia na busca por clientes de outros países.

- A Codego cedeu área no Distrito Mineroindustrial de Catalão, na região Sudeste de Goiás, com a empresa Transkompa.

- O investimento inicial será de R$ 520 mil com a pretensão de criar aproximadamente 150 empregos diretos e indiretos.

 

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar